A Microsoft está com muito trabalho pela frente. São dois grandes lançamentos até o final do ano, com uma nova versão do sistema operacional para computadores e desktops (Windows 8) e outra versão para o sistema operacional móvel da empresa (Windows Phone 8). E a boa notícia para os usuários é que os dois sistemas vão “conversar”, ou seja, contarão com recursos compartilhados, facilitando a vida dos usuários conectados.

Em junho, a Microsoft decidiu apresentar alguns dos novos recursos do Windows Phone 8. E disse alguns, não todos. Alguns outros “truques” do sistema devem ficar guardados na manga até o seu lançamento no final do ano, ou seja, algumas boas novidades que não sabemos podem ser apresentadas, aumentando ainda mais essa integração da plataforma mobile com o desktop. Nesse post, vou indicar cinco itens que estão na lista dos recursos mais esperados pelos especialistas e usuários.

Sincronização com o Internet Explorer 10

Teremos pelo menos três variações do navegador do Internet Explorer: o smartphone, o tablet e o PC. Ao se logar na sua conta do Windows 8 com o seu nome de usuário e senha, você pode sincronizar as suas preferências, senhas, histórico e favoritos, e o mesmo deve acontecer com os demais dispositivos com o novo ecossistema Windows. Ou seja, tudo aquilo que o usuário acessar pelo seu navegador em um dispositivo, estará presente no outro, tornando o seu acesso mais prático. Ok, é possível fazer isso no Google Chrome hoje, mas ter tal solução de forma nativa, no aplicativo que já está presente no sistema operacional, é algo muito mais prático.

Sincronização de aplicativos

Ao fazer o login no Windows 8, você também poderá sincronizar as suas atividades nas contas das redes sociais, como Facebook e Twitter, além de poder atualizar o seu e-mail e comunicações por chat entre os dispositivos com o novo ecossistema. Tal funcionalidade é muito útil para aqueles usuários que trabalham com o smartphone de forma mais ativa, permitindo que aquele que possui um telefone com o Windows Phone 8 possa ter essas informações à mão em qualquer lugar, de forma simples. E quando chegar em casa ou escritório, reassumir tais dados do mesmo ponto que você parou no dispositivo móvel.

O mesmo conceito poderia ser aplicado aos aplicativos. Por exemplo, quando você faz o download de um aplicativo de edição de fotos no desktop, a mesma versão do aplicativo para o Windows Phone 8 seria automaticamente baixado e instalado no smartphone, de forma simples. O mesmo aconteceria com os tablets (que seria até mais fácil, uma vez que os tablets vão utilizar o mesmo Windows 8 dos desktops). Seria também uma forma dos desenvolvedores disseminarem de forma mais prática os seus aplicativos em diferentes plataformas.

Login por imagens

O Android 4.0 Ice Cream Sandwich já permite o desbloqueio de tela através da identificação do rosto do usuário. O Windows Phone 8 pode poderia ter algo similar e ainda mais seguro. Nesse caso, o usuário poderia transformar a foto do seu rosto como um “login secundário”, trabalhando em conjunto com o recurso de toque do Windows 8 para estabelecer uma espécie de PIN visual para reforçar a segurança do sistema.

File Explorer

O Windows Phone 7.x não possui um gerenciador de arquivos. E isso é algo que a Microsoft não vai conseguir me convencer do motivo pelo qual eles optaram por fazer dessa forma. Entretanto, os designers da empresa de Redmond encontraram uma maneira de inserir um sistema de gerenciamento de arquivos sensível ao toque amigável, que deve estar presente no Windows Phone 8. Além disso, muitos smartphones Android incluem um explorador de arquivos (mesmo que seja simples), e se aproximar do sistema do Google nesse aspecto é crucial para o sucesso do Windows Phone.

Busca universal

Faça uma busca no Windows 8, e você verá o resultado relacionado do termo para os arquivos, aplicativos e configurações. Você também pode buscar dentro dos aplicativos da nova interface. No Windows Phone 7, temos um conjunto de opções de buscas nos aplicativos e para o Bing, mas não há um sistema de busca universal para cobrir todos os elementos do smartphone. Ou seja, essa é uma área que a Microsoft não explora, e que os seus principais rivais (iOS, Android e BlackBerry) posseu, cobrindo aplicativos, contatos e buscas dos termos na web ao digitar apenas algumas letras no campo de busca. E isso é algo que a Microsoft pode tornar possível na próxima versão do Windows Phone.

E estes são apenas cinco recursos, que podem dar uma grande vantagem para o Windows Phone 8. Tudo bem que o sistema só será lançado em alguma semanas, mas tais inovações (e outros pequenos detalhes não citados nesse post) podem dar uma valiosa vantagem para o Windows Phone 8. Eu, particularmente, iria gostar muito de ver tais inovações presentes na nova versão.