energia elétrica

Recentemente, publicamos no blog em como a economia colaborativa não funcionou na China, com o desaparecimento dos guarda-chuvas. Agora, temos um exemplo que funciona: energia elétrica ilimitada a custo zero na Alemanha. E nem é algo tão revolucionário assim.

O segredo foi o uso de uma rede elétrica inteligente fornecida pela SonnenCommuity. Tão eficiente, que ela dá a energia para a população.

 

 

A Sonnen é chamada de Tesla alemã, e começou suas atividades cinco anos antes das baterias de Elon Musk, em 2010, com apenas sete funcionários. Hoje, conta com mais de 300 funcionários, e vendeu mais de 12 mil baterias na Alemanha. Com um capital de US$ 85 milhões em 2016, a empres ajá opera em mais de 10 países.

Mas o mais interessante de tudo isso é o seu sistema BitTorrent de fornecer energia. A empresa criou comunidades que são capazes de produzir, armazenar e compartilhar energia.

 

 

O segredo do sucesso da Sonnen não depende de sua tecnologia de baterias, mas sim na criação e sustentabilidade de comunidades organizadas como se fossem mercados P2P.

Desde o começo, a Sonnen começou a oferecer as baterias e a internet, e se deram conta que, mesmo que os usuários individualmente tivessem problemas para equilibrar a produção e consumo, todos em conjunto conseguiriam se sustentar.

Diante disso, eles decidiram criar uma comunidade que automaticamente resolveria os seus problemas de fornecimento. Hoje, a SonnenCommunity tem mais de 8 mil sócios na Alemanha, e de forme efetiva, compensam toda a sua produção e demanda.

O grande problema aqui é que a criação de uma rede paralela é algo muito complexo e caro, de modo que eles começaram a usar a rede elétrica geral como os demais usuários. Aqui, o sistema informático consegue compensar a energia que entra e sai da rede. Assim, quando uma casa tira energia da rede geral, outra casa coloca a mesma quantidade no sistema.

A rede elétrica inteligente pode se adaptar em tempo real a uma grande quantidade de produtores e consumidores ao mesmo tempo. E é algo tão efetivo que as operadoras alemãs perceberam que isso melhorava o funcionamento da rede em conjunto.

 

 

Isso é tão revolucionário, que a Sonnen desenvolveu um novo produto: uma tarifa de energia a custo zero (ou quase), em troca de permitir que esta seja a rede que gerencie a bateria e os geradores de forma autônoma.

São 8 mil baterias distribuídas por toda a Alemanha. Com essa capacidade de armazenamento agregada, a Sonnen pode estabilizar a rede elétrica, algo que as redes antigas não conseguem fazer de forma eficiente.

O mais importante de tudo: a Sonnen descobriu que o sistema funciona nos locais mais inóspitos. E não são necessárias mutias horas de sol ou burocracia: basta os early adopters gerem um efeito em rede que inicie a bola de neve da transição energética vinda de baixo.

Estamos diante de uma revolução de energia renovável?

Esperamos que sim.