nfs_koenigseg

A Electronic Arts Inc. anuncia o Need for Speed™ Rivals, um jogo de ação/corrida criado e inspirado por uma nova equipe de desenvolvimento, utilizando uma engine poderosa para trazer uma experiência de próxima geração. Need for Speed Rivals está sendo desenvolvido pelo mais novo estúdio da EA, Ghost Games, que está trazendo uma nova forma de pensar e inovar para a franquia de Need for Speed, em uma parceria com a experiente equipe de desenvolvimento na Criterion Games.

Desenvolvido na engine Frostbite™ 3, Need for Speed Rivals captura toda a adrenalina da rivalidade durante uma corrida entre policiais e corredores em na estrada. Need for Speed Rivals será lançado para Xbox 360®, PlayStation®3 e PC no dia 19 de novembro, e posteriormente para Xbox One e PlayStation 4 neste ano.

Em Need for Speed Rivals, os jogadores podem optar tanto por jogar como policial quanto como piloto, e cada lado traz suas leis, riscos, recompensas e consequências. Como piloto, o objetivo é ficar conhecido por assumir riscos e atrás do volante e conseguir gravar em vídeo as mais intensas escapatórias.

nfs_ferrari_12_sunset

Quanto mais policiais o jogador evitar, mais Speed Poins serão coletados, permitindo mais itens e carros desbloqueáveis. Quanto mais riscos o jogador escapar, mais valioso ele se torna para a polícia – mas ao ser pego, perderá tudo. Enquanto policial, o jogador trabalhará em conjunto com um time, ganhando proeminência e aumentando o ranking da Força Policial em cada prisão. Melhorando o ranking, você ganha carros melhores e tecnologias mais avançadas para a perseguição.

A Ghost Games também anunciou hoje o tão aguardado retorno da Ferrari à franquia do Need for Speed. Pela primeira vez em sete anos, os jogadores podem dirigir alguns dos mais luxuosos e desejados automóveis do planeta, como o F12berlinetta. No coração de Need for Speed Rivals está o AllDrive, um novo recurso online que permite aos jogadores transitar entre o modo para um único jogador e modos de disputas com amigos, eliminando de vez as barreiras entre single-player e muliplayer.

Via Assessoria de Imprensa