ultrabook

O TechSpot publicou um comparativo para comprovar se é possível jogar em um ultrabook. E a resposta é SIM, mas com ressalvas muito importantes.

Antes de ver os resultados, é preciso esclarecer que um ultrabook  é um equipamento voltado para o trabalho que prioriza a mobilidade, o peso e a autonomia, sem gráficos dedicados na maioria dos casos, e com um desempenho bruto não sendo a prioridade absoluta. Ou seja, não foram concebidos para os games.

O modelo utilizado no comparativo foi um Lenovo ThinkPad X1 Carbon, com um processador Core i5 7200U com dois núcleos a 2.5 GHz-3.1 GHz (modos normal e turbo), gráficos integrados Intel HD 620 com 24 unidades de execução a 300 MHz – 1.000 MHz (modos normal e turbo) e 8 GB de RAM.

Com os jogos AAA atuais, a experiência não foi aceitável nem mesmo em 720p e com os ajustes gráficos no mínimo. Porém, em jogos mais antigos e menos exigentes (Dead Island, Portal 2, Tomb Raider), o desempenho foi muito bom.

Nos principais jogos do mundo do eSports não foram encontrados problemas quando ajustada a resolução e qualidade gráfica. Os jogos menos exigentes como League of Legends rodaram sem problemas em 1080p e qualidade alta. Por fim, os jogos indie e em 2D também foram muito satisfatórios.

Conclusão: sim, é possível jogar com um ultrabook, mesmo sem ser um equipamento para os games. O desempenho é muito bom, e pode rodar muitos jogos sem problemas. Algo surpreendente, levando em conta o seu hardware.

Vídeo do comparativo a seguir.

 

 

 

Via TechSpot