O AV-Test acabou de publicar mais um relatório onde analisam os 21 antivírus para Windows 10 mais populares do mercado.

O relatório envolve testes de soluções gratuitas e pagas (incluindo o Windows Defender). Um dos recomendados é o AhnLab V3 Internet Securtiy 9.0, e isso surpreende por ser praticamente um desconhecido, mas muito orientado para o usuário profissional e grandes corporações.

Também se destacam positivamente o Norton Security, McAfee Internet Security e Kaspersky Lab, que se posicionam como as melhores opções pagas do mercado. Entre os gratuitos, entram em evidência o Avast Free Antivirus (apesar das críticas ao seu desempenho) e o Windows Defender, apesar da ausência de opções para o usuário mais avançado.

Foram realizados mais de 4.500 testes para cada um dos produtos, criando cenários de ameaças para comprovar como respondem os motores de detecção de software de segurança.

 

 

O Windows Defender pode até ser útil para os usuários mais avançados, que conhecem os perigos da internet. Já os usuários mais iniciantes devem buscar uma solução de segurança adicional e com um maior nível de controle.

O maior perigo continua a ser o próprio usuário que, por excesso de confiança ou por falta de conhecimentos, podem se expor a riscos. Instalar apps de lugares não confiáveis, usar cracks de procedência duvidosa ou navegar por sites inseguros podem garantir problemas.

O senso comum é um poderoso aliado para a segurança. Logo, manter os dados sempre protegidos com cópias de segurança em diferentes locais e trabalhar com um computador com Windows sem internet em 2017 é pedir para ter problemas.

 

Via AV-test