De acordo com uma pesquisa anual realizada pela Adobe, o e-mail ainda é o meio de comunicação preferido no entorno profissional.

Isso acontece mesmo em tempos de apps de mensagens instantâneas, como WhatsApp e Telegram. O e-mail lidera com 36%, seguido pelas conversas presenciais, com 34% (um curioso aumento de 26% em um ano), telefone e mensagens instantâneas.

A pesquisa foi feita com 1.007 pessoas, uma amostra muito pequena, mas que pode ser considerada como representativa da realidade que vive a maioria das empresas.

 

 

Apesar das mensagens instantâneas contarem com vantagens claras, o e-mail é uma forma de comunicação mais eficiente, pois incentiva o simplificar de ideias e limita o início de conversas muito longas, o que pode representar perca de tempo.

A seguir, um resumo com alguns dos principais tópicos:

– 82% dos e-mails de trabalho são abertos, contra 60% dos e-mails pessoais.
– 83% dos e-mails de trabalho são lidos, contra 63% dos e-mails pessoais.
– 44% dos profissionais verificam seus e-mails a cada poucas horas fora do horário de trabalho.
– 45% dos entrevistados sentem indiferença quando vai ler um e-mail.

 

Via ZDNet