E se você imaginava que viver a vida toda com uma cópia pirata de uma versão do Windows poderia te trazer problemas com a chegada do Windows 8, reveja os seus conceitos. Alguns usuários informam nas redes sociais que não só estão conseguindo realizar a atualização online para o Windows 8 Pro, como também essa atualização está validando a versão que, até então, era considerada pirata.

No evento de lançamento da nova versão do sistema operacional, realizado no último dia 25 de outubro em São Paulo, a Microsoft afirmou que isso não seria possível. Os usuários que utilizavam uma cópia pirata de uma das versões anteriores do Windows que são passíveis de atualização (Windows XP SP3, Windows Vista e Windows 7) teriam que esperar a versão completa do sistema (e não a atualização), que será oferecida em um DVD de instalação, que só deve chegar ao Brasil em 2013. Outro detalhe importante informado pela Microsoft durante o evento de lançamento do Windows 8, é que a atualização só seria liberada depois de uma verificação do número de série do registro do Windows antigo, até mesmo para certificação do software que será atualizado.

Porém, não é isso que está acontecendo. Bom, pelo menos é o que informa alguns usuários que relatam que todas essas restrições não estão sendo aplicadas. Alguns até relatam que o software de atualização até informa que a cópia do Windows do usuário era possivelmente uma falsificação. Mas ao clicar em “Continuar”, a operação de atualização era concluída sem maiores problemas ou anormalidades, com o Windows 8 funcionando normalmente, e com a indicação de registro como software original, sem nenhum tipo de alerta por parte da Microsoft informando que aquela licença era falsa.

Houve até usuários que além de atualizarem a cópia pirata do Windows para o Windows 8, ainda vão receber o reembolso por pagarem a mais pela atualização. Como você sabe, a Microsoft vai reembolsar integralmente os usuários que pagaram R$ 83,98 pela atualização para o Windows 8, quando deveriam ter pago apenas R$ 69. Pois é… incluindo aqueles que atualizaram suas cópias piratas do sistema da Microsoft.

A Microsoft ainda não se pronunciou oficialmente sobre o assunto (das atualizações das cópias piratas do Windows para o Windows 8), mas eu tenho algumas teorias sobre o assunto. A primeira (e a mais provável) é que isso é mais um erro do sistema de atualização. Uma hora essa festa vai acabar, e esses usuários podem receber algumas restrições, que “incentivam” a atualização para uma versão oficial do sistema.

Outra teoria é que a própria Microsoft está liberando essa atualização dos piratas para combater a pirataria. Uma vez que a empresa não está tendo custos de produção de cópias físicas e distribuição, essa atualização pode ser oferecida pelo preço agressivo de R$ 69. Logo, até mesmo os usuários que antes eram “piratas” podem atualizar para o software original, e a Microsoft lucraria com usuários que antes não estavam lucrando. Todo mundo sai ganhando de alguma forma.

Mas, como disse antes, a Microsoft ainda não se pronunciou. Aguardamos por suas declarações.

Via