windows-phone1

A Samsung é a empresa mais bem sucedida com o sistema operacional Android, sendo líder desse mercado com uma vantagem quilométrica. Mas eles estão abertos a novas possibilidades. A prova disso é o esforço que os coreanos estão empregando para que o Tizen OS emplaque no mercado mobile. Porém, um novo rumor pode tornar essa variedade de opções ainda maior. Estaria a Samsung disposta a estreitar laços com a Microsoft, para ampliar o número de smartphones da empresa com o Windows Phone?

Quem levantou a bola foi o bem informado Eldar Murtazin, que afirmou que a Microsoft estaria em negociação com a Samsung, para que os coreanos comecem a produzir uma série de novos smartphones com o Windows Phone. O que mais chama a atenção nesse rumor é o valor envolvido no acordo. De acordo com Eldar, a gigante de Redmond estaria disposta a pagar US$ 1 bilhão para os coreanos fecharem o acordo com eles.

Por partes.

Como todo mundo sabe, o problema da Samsung está bem longe de ser dinheiro. São eles que mais lucram com as vendas de dispositivos Android no mercado. E, tal como eu já disse nesse texto, estão investindo um bocado de dinheiro no desenvolvimento do Tizen OS. Por outro lado, fechar essa parceria com a Microsoft seria uma forma de reduzir a sua parceria com a Google, eliminando a sua dependência com o Android (algo que eles sonham em fazer no futuro, caso o Tizen dê certo), e melhor: ainda receber para fazer isso.

Já é de conhecimento público, mas é importante repetir (ainda mais em um post como esse): a Microsoft recentemente comprou as divisões de mobilidade e serviços da Nokia, assim como a marca Lumia. Os modelos Nokia Lumia representam hoje 90% de todo o mercado de smartphones com Windows Phone. Logo… por que será que a Microsoft precisa da Samsung nesse momento?

A resposta é simples: a Samsung é, hoje, a principal marca entre as gigantes do mercado mobile. Fechar um acordo com a Microsoft hoje é uma forma da Microsoft fazer com que o Windows Phone alcance um número maior de consumidores, e de uma forma mais rápida que eles fariam com a Nokia hoje.

Obviamente, tudo o que foi dito nesse post ainda são rumores, especulações e teorias da conspiração. Samsung e Microsoft não se pronunciam sobre o assunto. Mas… US$ 1 bilhão é muita grana para a Samsung ignorar. Ao menos eles vão pensar no assunto. Podem apostar.

Via @eldarmurtazin, SamMobile