smartphone-onibus

Os smartphones são poderosas ferramentas para receber dados e informações valiosas, indo muito além das fotos e mensagens nas redes sociais. É uma parte cada vez mais importante do Big Data, que aos poucos se aplica em diferentes aspectos de nossas atividades diárias, e que em breve pode chega também nas linhas de ônibus.

Pesquisadores da Universidade de Washington trabalham em um sistema inteligente de recompilação de dados, que utiliza os smartphones dos passageiros como fonte de informação. Em cada ônibus seria instalado um pequeno sensor que detecta cada smartphone que entra no veículo, identificando os sinais WiFi e Bluetooth do mesmo que se associa a um endereço MAC único e de forma anônima.

Ao entrar no ônibus, o sensor registra automaticamente o smartphone e captura informações relevantes, como a data e hora, quantas pessoas estavam no ônibus, o local exato da parada, o tempo que o veículo atrasou, entre outros. Depois disso, os dados analisam o desempenho de cada linha, verificando se é preciso melhorar os tempos de trajeto ou ampliar o número de ônibus naquela linha.

smartphone-onibus-02

Os primeiros testes foram satisfatórios e o baixo custo do sensor (US$ 60) pode fazer com que ele se popularize. Mas ainda existem vários problemas: a questão do anonimato é um deles, já que muitas pessoas não querem que o seu smartphone fique registrado na hora de entrar no veículo.

Se alguns usuários desligarem a detecção automática das redes sem fio, o sistema não funciona corretamente. Também é preciso melhorar os falsos positivos das pessoas que estão nas paradas de ônibus, mas não entram no ônibus. Isso pode alterar de forma errônea os dados compilados pelo sistema.

Via Slashgear