reallidade-virtual

Uma das grandes preocupações da indústria do entretenimento adulto é a capacidade da tecnologia em recriar experiências ou conteúdos sexuais com um alto grau de realismo, ao ponto que, para a maioria dos seus clientes, é desnecessário recorrer aos filmes tradicionais.

A preocupação tem sentido. A tecnologia evolui muito rápido, e as empresas para conteúdos adultos apostam pesado nessa tecnologia, tanto que é só uma questão de tempo até que apareçam “periféricos” que “maximizem” as sensações da pornografia na realidade virtual. É claro que nada será capaz de substituir a experiência entre duas pessoas, por detalhes que vão além do simples contato físico. Mas não resta dúvidas que as relações pessoais se virtualizaram ao ponto de realmente acreditarmos que a popularização da realidade virtual pode representar uma grande mudança.

Por outro lado, as profissionais do sexo se mostram menos preocupadas com a questão da realidade virtual, já que acreditam que a maioria das pessoas ainda pretendem procurar os seus serviços. É possível que seja assim nos próximos anos, mas é preciso ver o que acontece quando essa tecnologia toda estiver disponível para todos.

De fato, tudo nesse mundo avança, inclusive a indústria da pornografia. Por mais inacreditável que possa parecer, são justamente eles que melhor aproveitam os avanços tecnológicos propostos no ambiente de realidade virtual. Afinal de contas, muita gente afirma que tem uma diferença enorme em ver um filme com os tais óculos como o Gear VR.

Via CNET