windows-server-2003

Nesse momento, dois terços dos órgãos governamentais do Reino Unido ainda usam o Windows Server 2003, cujo suporte se encerra no dia 14 de julho de 2015. Ou seja, se eles seguirem utilizando um software descontinuado, os riscos de falhas de segurança aumentam consideravelmente, já que os bugs não serão mais corrigidos.

Em uma pesquisa realizada em 153 organizações do governo do Reino Unido, mais de dois terços seguem utilizando o Windows Server 2003 em seus servidores, e pretendem manter depois da data do final do suporte do software. Para aquela porção que pensa em atualizar, mais de um terço farão depois da data de End Of LIfe (EOF). Mais o pior é saber que uma quarta parte dos que ainda usam o sistema não tomou nenhuma medida, seja atualizar ou adotar medidas de segurança complementares.

Os servidores, incluindo os controladores de domínio e os servidores web, são computadores onde se aloja toda a informação crítica de uma instituição. Se não são tomadas medidas de segurança adicionais – como implementar ferramentas de whitelist para aplicativos, por exemplo – o servidor ficará exposto, e suas falhas de segurança serão facilmente exploráveis, permitindo assim todo o tipo de consequência, como acesso aos dados sensíveis ou até a remoção ou extravio desses dados.

Outras medias que podem ser tomadas é o isolamento das redes e a monitorização contínua dos servidores.

Via BetaNews