A Disney enfrenta um processo coletivo iniciado pelos pais de vários menores usuários de seus jogos.

De acordo com os demandantes, a empresa pode ter espiado os seus filhos através de seus aplicativos para Androi e iOS, que teriam coletado informações dos menores sem o seu conhecimento e autorização dos pais, para depois compartilhar esses dados com terceiros.

O processo também afetaria as empresas anunciantes que trabalham com a Disney, e é apoiado na lei COPPA, que estabelece que os pais são os que devem permitir às empresas sobre a coleta de dados dos aplicativos infantis.

 

 

Apesar dos 42 jogos da Disney envolvidos no processo alertarem no início sobre a coleta de dados, parece que muito mais dados não relacionados ao alerta de privacidade são coletados.

A Disney não se pronunciou sobre o assunto, e se limitou a responder que esperam o resultado do julgamento.