disco-vinil-teaser

Um estudo publicado pelo Digital Trends mostra que as vendas de discos de vinil geram hoje mais dinheiro que outras plataformas de streaming, como YouTube, Spotify e VEVO. Juntas.

O relatório foi publicado pela Recording Industry Associaton of America (RIAA), que também informa que os serviços musicais sob demanda com publicidade lucraram US$ 163 milhões na primeira metade de 2015, contra US$ 128 milhões arrecadados ao longo de 2014.

Porém, no mesmo período, os discos de vinil lucraram US$ 222 milhões em vendas, com um aumento de 52% no último ano. Nenhum outro formato de consumo musical cresceu tanto como esse, e nos EUA, esse formato já supera um terço das vendas totais de músicas em formato físico.

riaa_vendas_vinis_formato_fisico

Os serviços online gozem de muito boa saúde, principalmente por conta dos modelos com pagamento de assinatura mensal. Os lucros nesse formato foram de aproximadamente US$ 1 bilhão durante a primeira metade de 2015 nos EUA, enquanto que os formatos físicos lucraram US$ 748 milhões.

As polêmicas sobre os poucos lucros obtidos pelos serviços gratuitos de streaming com publicidade continuam, e os vinis estão conseguindo reconquistar os fãs com conteúdos especiais e vistosas capas. Por isso, mais e mais artistas optam por lançar singles ou edições especiais dos seus trabalhos nesse formato, alimentando um crescimento que parece ser constante nos próximos meses.

Via Digital Trends