650_1000_AVDmdJz

Aaron Grrenberg, responsável pela área de dispositivos e estudos de desenvolvimento da Microsoft, declarou em sua conta no Twitter que “não deveríamos acreditar em tudo o que lemos na internet”. A frase se refere aos rumores sobre o lançamento de uma suposta versão do Xbox One sem a unidade de Blu-ray.

A versão sem Blu-ray seria um modelo muito mais de acordo com a primeira concepção de videogame da Microsoft, adotando exclusivamente o modelo de distribuição de conteúdo online. A ideia foi rechaçada dos planos pelos próprios usuários, que perderiam a oportunidade de obter jogos de segunda mão. Mesmo assim, muitos consideraram que a decisão da Microsoft sobre o assunto foi, ainda que obrigada pelas pressões, um erro a longo prazo.

Vale lembrar que as palavras de Aaron não são definitivas – até porque não é o posicionamento oficial da Microsoft sobre o assunto – e que esse especulado console poderia ser um elemento interessante, que permitiria compatibilizar os dois formatos de distribuição de jogos, além de potenciar a filosofia onde os downloads cobririam uma relevância absoluta no mercado de games.

Via Forbes