tizen

Uma entrevista realizada pelo Wall Street Journal resultou em declarações curiosas por parte de Richard Yu, diretor da Huawei. Ele basicamente não acredita que os sistemas operacionais com menor cota de mercado possam vingar, dando esses sistemas como “praticamente condenados”.

Richard revela que várias operadoras pediram para a Huawei fabricar dispositivos com Tizen, mas ele parece convencido que esse sistema “não tem qualquer chance de sucesso”. São declarações confusas, se levarmos em conta que a Huawei fazia pesquisas com o software da Samsung. Mas ao que parece, o próprio Yu cancelou o projeto na empresa.

Por outro lado, o Windows Phone, que passou de forma breve na Huawei com a série W, foi sinônimo de prejuízo para a Huawei por anos, e segundo o executivo, foi difícil convencer os clientes a comprar um smartphone com o sistema da Microsoft.

Por fim, Richard admite que a dependência do Android é algo irremediável, e mesmo que desenvolver um novo sistema operacional móvel seja algo relativamente simples, o grande problema seria construir um forte ecossistema, capaz de brigar de igual para igual com o Android e o iOS.

Via Wall Street Journal