650_1000_650_1000_sm-g800h_gs5-mini_white_10

O site Digitimes informa que fontes taiwanesas próximas às cadeias de produção de componentes relatam que o interesse pelas versões ‘min’ dos smartphones mais consagrados não desperta tanto interesse nas empresas e nos consumidores, com registro de queda nas vendas.

O motivo? O preço desses modelos, que não é algo que pode ser chamado de ‘atraente’. Pede-se muito por um modelo de linha média, que é parecido com qualquer outro do mercado. Aliás, em alguns casos, você pode pagar um pouco a mais pelo modelo top do ano anterior.

Além disso, o momento não é o mais adequado para vender smartphones com preços elevados, ainda mais quando os modelos de entrada ganham mais e mais mercado justamente nos países onde os modelos ‘mini’ não interessam tanto.

Os nomes dados ao produto também não ajudam. Apenas o Sony Xperia Z1 Compact cumpre com a missão de levar todo o potencial do modelo maior para o menor. Os demais, não chegam perto disso. Sem falar naqueles que nem são tão ‘mini’ no tamanho, e pode decepcionar pelo desempenho reduzido.

Meu conselho? Cuidado, fabricantes. O consumidor já sacou há muito tempo que esses modelos ‘mini’, de mini, não tem nada.

Via Digitimes