desktop-neo

Desde que a Xerox inventou a interface com janelas na década de 1970, não vimos nenhuma mudança na forma como interagimos com os computadores. Até agora, todos seguem as mesmas janelas organizadas por pastas e controladas com um ponteiro de um mouse. Mas Lennart Ziburski quer mudar isso, com o Desktop Neo.

O Neo é uma nova forma de gerenciar aplicativos sem necessidade de usar janelas. Se baseia em uma série de paineis que controlamos através de gestos similares aos utilizados no OS X, de forma que desapareceria o desktop que conhecemos hoje para obter um espaço mais eficiente, capaz de melhorar as funções multitarefa.

Tal como no OS X, existe uma área onde se armazenariam os aplicativos, mas o tradicional explorador de arquivos desapareceria para dar lugar a um buscador otimizado, baseado em rótulos, filtros e texto. Mas se há algo que realmente impressiona na proposta de Ziburski é que o mouse desaparece para dar lugar a um controle com o olhar.

Baseando-se em dispositivos de segmento ocular como o Tobii, o Neo é capaz de combinar os gestos com o trackpad e o olhar do usuário para realizar diferentes ações. Esta é, sem dúvida, a proposta mais arriscada, já que implicaria uma curva de aprendizagem bem complexa. Mas seu criador garante que é um sistema mais fácil e rápido do que o mouse tradicional.

appmenu_1906

Na página oficial do projeto é possível encontrar todas as propostas desse controle, gerenciamento e interação que propõe esta interface. O seu criador está disposto a compartilhar suas ideias, de modo que seria ótimo se algum fabricante se interessasse no projeto que pode ser a revolução do desktop tradicional.

 

Via TNWDesktop Neo