allyourbasearebeelong

Tenha medo dessa informação que você receberá agora. Não da informação em si, mas dos possíveis efeitos colaterais que tal descoberta pode causar nos nossos dispositivos eletrônicos. O Instituto Fraunhofer apresentou um projeto de desenvolvimento de um malware que pode se comunicar com equipamentos localizados a uma determinada distância apenas se utilizando dos alto-falantes e de um microfone.

Isso significa que o ataque não aconteceria através da rede de dados (de fato, sequer precisa que o dispositivo esteja conectado a qualquer rede), já que tudo o que seria necessário é uma distância de menos de 65 metros para começar a transmissão através do som. O método é baseado nas técnicas de comunicação de sistemas aquáticos, e ainda que as transferências só alcancem a velocidade máxima de 20 bits por segundo, não deixa de ser algo curioso. E temerário, se for desenvolvida por mentes mais maldosas.

É bom deixar bem claro que esse é apenas um estudo, com o objetivo de compreender como essas tecnologias funcionam, para melhor serem aplicadas no futuro. Ou seja, por enquanto, pode ficar tranquilo, pois os seus gigas de dados pessoas estão salvos.

Por enquanto.

Via Ars Technica