Quando muito se discute a validade do sistema Face ID, um estudo revela que o desbloqueio por padrão, muito popular no Android, é muito pouco seguro, e não deveria ser utilizado.

O estudo envolveu mais de 1100 pessoas, e demonstrou que 64% dos entrevistados eram capazes de replicar o padrão de desbloqueio de seis pontos de uma “vítima” após terem visto o desbloqueio do smartphone uma única vez, mesmo quando eles testemunham essa sequência.

Se tivessem a chance de observar duas vezes, a porcentagem de pessoas que poderiam replicar o padrão aumentava para 80%. A maioria das pessoas criam hábitos, já que 77% dos usuários começam o seu padrão em um dos cantos (mais da metade começa no canto superior esquerdo), e 10% das pessoas usam padrões que replicam a forma de letras ou números.

 

 

A dica aqui é que aqueles que querem manter o seu smartphone o mais protegido possível, que mude o sistema de padrão pelo código PIN de seis dígitos, que só pode ser replicado por apenas 11% das pessoas depois de visto uma única vez (ou 27% depois de duas visualizações), ou usar senhas mais elaboradas, que é o método mais seguro.

Para quem quer maior comodidade no desenho do padrão, é possível desligar o desenho do padrão (em Configurações > Segurança > Padrão de Proteção de tela). Só isso já é capaz de fazer reduzir o número de pessoas que replicam o padrão à primeira vista para 35%.

Fica essa consideração para quem gosta de desenhar a tela com o dedo para desbloquear o dispositivo.

 

Via Wired