dell xps 13 conversível

 

A Dell apresentou oficialmente o seu novo notebook 2 em 1 Dell XPS 13 conversível.

O modelo é o mais potente da linha que estará em exposição na CES 2017 em Las Vegas, mantendo todos os elementos que fez o seu nome, adicionando a possibilidade de uso como um tablet.

As mudanças de design são mínimas, aplicadas principalmente ao novo sistema de dobradiças que permitem o giro completo da tela, que por sua vez tem bordas mínimas, no sistema Edge-to-Edge.

A Dell garante que este é o menor 2 em 1 do mercado, com tela de 13.3 polegadas. Ele é 15% menor que o seu competidor direto, o HP Spectre 360, e 19% menor que o Lenovo Yoga 900. Comparado com o Microsoft Surface Book, o novo XPS é 40% mais fino, e 20% mais leve.

São dois tipos de tela a escolher, ambas de 13.3 polegadas, com resoluções Full HD e UltraSharp Quad HD+ (3200 x 1800 pixels). Não há opção 4K, mas nos dois casos há o suporte touch com Active Pen opcional.

 

 

Sem ventiladores

 

 

O modelo é bem configurável, onde podemos encontrar os novos processadores Intel Kaby Lake (Core i5-7Y54 e Core i7-7Y75), que podem ser acompanhados com até 16 GB de RAM e 1 TB de armazenamento.

Na verdade, estes processadores fazem parte da família Core M da Intel, focados na mobilidade. Não são os mais potentes do mercado, mas ao menos dispensam o uso de ventiladores.

A bateria dos novos Dell XPS 13 conversível possui 46 Whr, e podem durar até 15 horas de uso na resolução Full HD, e de até 7 horas na resolução QHD+.

Um detalhe importante é a integração de um sensor de digitais no teclado (retroiluminado), além de uma webcam abaixo da tela. Os dois elementos são bem vindos para serem utilizados com o Windows Hello.

 

 

 

Na parte de conectividade, o notebook conta com duas portas USB Type-C, uma delas com suporte ao Thunderbolt 3 (pode conectar dois monitores 4K), uma porta USB 3, um adaptador de série para a USB antiga, slot para cartões microSD e conector para fones de ouvido.

O novo Dell XPS 13 conversível está disponível nos principais mercados a partir desse mês de janeiro, com preço inicial sugerido de US$ 999 nos Estados Unidos.

Para alguns, esse já era o melhor notebook com Windows. Agora, ele se transformou em um conversível.