6310449752_1dbd451c64

A prática de deixar de seguir ou bloquear pessoas no Facebook pode virar caso de justiça na Austrália. Uma sentença da Comissão do Trabalho Justo do país culpa dois usuários da rede social de Mark Zuckerberg de bullying por deixar de seguir como amigo uma colega de trabalho.

O caso é bem peculiar, não só por envolver a rede social, mas também a denúncia de insultos e atos de má fé vindo dos acusados, algo que resultou em ansiedade, depressão e transtornos do sono na vítima. Talvez a protagonista tenha exagerado um pouco, e que não vejamos muitos casos baseados na perda de amizade no Facebook, mas o fato disso tudo ter virado um processo pode ter muita importância nas disputas legais futuras.

Pelo sim, pelo não, recomendo que pense bem antes de adicionar como amigo no Facebook o seu colega de trabalho.

Via CNET