A recente morte de Charles Manson resultou em episódios curiosos na internet, indo de confundirem o cara com o cantor Marilyn Manson até uma campanha de crowdfunding que foi massacrada pelas pessoas de bem.

Um amigo próximo de Jason Lee Freeman, neto e único descendente vivo de Manson, teve a ideia de iniciar uma campanha no GoFundMe, com o objetivo de coletar dinheiro para “um funeral honroso, respeitoso e digno, como ele merece”.

Nem é preciso dizer que essa ideia não funcionou.

 

 

A meta de financiamento era de US$ 15 mil, mas a campanha só arrecadou US$ 949 e uma tonelada de críticas e bullying nas redes sociais.

Existe uma explicação moral por trás dessa campanha. Lee Freeman perdeu o seu emprego e não pode pagar os custos de traslado do corpo, além do funeral que ele considerava adequado para o seu avô.

Fato é que, apesar da campanha ser um fracasso retumbante nas primeiras seis horas, está aumentando o seu ritmo de arrecadação, e pode até alcançar a sua meta.

Mesmo assim… o mundo está louco.

 

Via GoFundMe