smartphones top de linha... ok, sao tomates...

 

Comprar qualquer item à distância implica certos riscos, ainda mais quando não compramos em sites confiáveis. Problemas com o envio ou descrições que não coincidem são apenas alguns dos problemas mais comuns.

Porém, nesse caso, temos um vendedor que estava realmente passando todos os compradores para trás.

Um jovem foi preso por vender supostos smartphones top de linha e enviar para os compradores qualquer outra coisa, nesse caso, blocos de tomate triturado. O delinquente utilizava até documentos roubados para ganhar a confiança dos compradores.

Pois é… desconfie de qualquer pessoa que está vendendo smartphones top de linha por preços tentadores. Porém, o protagonista aqui tentou ganhar a confiança dos seus clientes, enviando fotos de um documento supostamente seu, mas que na verdade foi roubado.

O infrator de 20 anos de idade foi denunciado em três cidades espanholas, e usava como número de contato um celular também roubado. Ele contava com duas ações judiciais pendentes.

 

 

Compras entre usuários: um grande risco

 

Qualquer transação envolve riscos. Os negócios feitos à distância são os que mais podem render resultados negativos.

Nesse caso, produtos que não coincidem com o que se esperava. A opção mais segura para os dois lados é pedir um envio que permita a avaliação do produto recebido e o pagamento depois do mesmo se entregue.

E ainda que a compra-venda aconteça pessoalmente, sempre é preciso tomar algumas precauções.

Peça a nota fiscal do produto, seja para descartar a possibilidade de ser um item roubado, seja para saber se contamos com garantia do fabricante e durante quanto tempo. No caso da compra de um iPhone ou iPad, também podemos comprovar se o dispositivo foi roubado através de um site habilitado para isso.

 

Via ABC