robôs sexuais

 

Não é zoeira. É sério!

Aconteceu um Congresso sobre o Amor e o Sexo com robôs, e os pesquisadores desse segmento debateram o futuro, com conclusões preocupantes.

Oliver Bendel, especialista no setor, avisou dos perigos. Ele destacou a ameaça dos robôs que podem acabar com a resistência humana (robôs não se cansam e não tem dores de cabeça, lembra?), mas também pelo fato deles poderem ser tão bons de cama, que nenhum ser humano irá querer fazer sexo com outro ser humano.

Os problemas do sexo robótico

 

 

As questões éticas geram debates me vários níveis. Os sistemas de aprendizagem automática e de inteligência artificial podem (por exemplo) servir para que os robôs sejam experts na arte de seduzir humanos.

Questões menores como “robôs aptos para o sexo o tempo todo”, ou “robôs prontos para realizar qualquer fantasia sexual, independente de sua moralidade” também foram discutidas no congresso.

A chegada dos robôs sexuais também podem criar uma nova brecha digital. Muitas são as dúvidas em um âmbito que pode ou não vir a ser uma solução real a curto prazo, mas que não parece mais tão distante como era no passado.

 

Via The Register