Pac-Man microscópico

Um grupo de cientistas da University College Southeast da Noruega, liderado pelo professor Erik Andrew Johannessen, demonstrou que é possível pesquisar o comportamento de seres unicelulares e fazer disso algo divertido, como por exemplo criar essa espécie de Pac-Man microscópico.

 

Um Pac-Man é muito melhor para explicar qualquer coisa da ciência

O vídeo do final do post mostra como eles criaram estruturas tridimensionais de tamanho diminuto para dar forma ao labirinto, introduzindo diversos tipos de seres unicelulares. Todo o conjunto tem apenas um milímetro de diâmetro, e só aí temos a real dimensão do quão complexo pode ser esse tipo de projeto.

Com certeza muitos de vocês já estão se perguntando sobre algo muito importante: quem representa os fantasmas e quem é o Pac-Man nessa história toda. Pois bem, os fantasmas são representados pelos rotíferos, e os diversos Pac-Mans são as euglenas e os ciliados. Literalmente é melhor você ver o vídeo do que eu tentar te explicar o que é cada um deles (mas se algum leitor dominar o assunto, pode contribuir nos comentários).

O experimento é muito interessante, e olhando pela primeira vez alguns podem afirmar que se trata de algo desnecessário ou até mesmo cruel. Mas na realidade o estudo reflete com maior fidelidade os entornos que esse tipo de organismos encontram na vida real, sendo esse formato muito melhor do que recorrer ao clássico sistema de duas dimensões, como acontece nas placas de cultivo Petri.

 

Via Kotaku