Android

 

O Android 7.0 Nougat conta hoje com ridículos 1.2% dentro do mercado Android. Superar os 1% só agora reforça a trajetória medíocre da versão, que foi lançada oficialmente há quase um ano, e só superando o Gingerbread, de 2010.

O Android Lollipop mantém a sua liderança (32,9%), com o Marshmallow na segunda posição (30,7%), seguida pela Jelly Bean (11,3%), somando as suas três versões. Já o Ice Cream Sandwich tem apenas 1% de mercado.

 

 

 

A fragmentação é o problema, ou a culpa dessa vez é da Google?

 

A fragmentação do Android só piora a cada versão liberada do sistema, com muitos dispositivos funcionando com versões abandonadas do sistema, e isso é um grave risco para os usuários.

Por outro lado, velhas versões do sistema operacional com forte presença no mercado obriga os desenvolvedores e a própria Google a oferecer suporte através de aplicativos, não explorando todo o potencial das novas versões.

Como resolver o problema? Nem faço ideia, e não me pagam para isso.

Fato é que há anos falamos que a culpa está nas duas pontas do processo.

A Google, que não é mais rígida com os parceiros na atualização do software. E os fabricantes, que rapidamente abandonam os modelos antigos em favor dos novos.

E todo esse cenário deixa este problema de difícil solução.

 

Via developer.android.com