samsung-galaxy-s6-edge

Segundo a TrendForce, a Samsung terá pela primeira vez em anos uma cota de mercado trimestral de smartphones abaixo dos 25%.

O momento da Samsung é complicado. Avaliando a sua linha mais alta, ela foi renovada de forma contundente, com quatro modelos novos em poucos meses (Galaxy S6, Galaxy S6 Edge, Galaxy S6 Edge+ e Galaxy Note 5). Tem variedade, boa aparência, mas não podem competir em vendas com o onipresente iPhone.

vendas-samsung-q3-trendforce-01

Olhando para os dados da TrendForce, a Samsung segue líder do mercado, mas com queda na cota de mercado se comparado com o segundo trimestre de 2015, ficando com 24,6%. A Apple também registrou queda de praticamente 2%, ficando com 13,7%.

Nas estimativas do estudo, o Galaxy S6 deve vender mais de 50 milhões de unidades antes do final de 2015, número que foi atualizado para menos (aproximadamente 40 milhões). Parte da culpa dessa queda seria da própria Samsung, que divide as suas vendas entre os vários modelos Galaxy.

No caso da Apple, a coisa parece ser por conta do período do ano. Com os novos iPhone 6s e iPhone 6S Plus no mercado, é uma questão de tempo para essa cota aumentar (ou pelo menos para as vendas melhorarem).

Por outro lado, Huawei e Lenovo/Motorola melhoraram seu desempenho, por conta do mercado chinês. Aliás, a Huawei é a primeira a vender 100 milhões de smartphones em um país em um ano.

vendas-samsung-q3-trendforce-02

Via TrendForce