650_1000_captura_de_pantalla_2015-02-22_a_las_9.02.04

Yan Michalevsky, da Universidade de Stanford, criou um aplicativo que usa a variação de consumo do smartphone para identificar por onde o usuário passou, sem a necessidade da localização (por software ou GPS) estar ativa.

A pesquisa desse método se baseia no fato que, de acordo com a distância que o dispositivo está de uma estação base de telefonia, o seu consumo de bateria acaba variando. Com esse princípio, Yan desenvolveu um aplicativo de localização, e alerta que a ideia pode ser usada por softwares mal intencionados.

O perfil de consumo de energia do smartphone de acordo com a distância de uma estação base é analisado pelo PowerSpy. Por enquanto, é necessário que o usuário esteja em movimento o tempo todo para coletar os seus dados de localização de acordo com o consumo, mas além disso, o sistema deve identificar as possíveis rotas escolhidas pelo dono do smartphone.

Nos testes realizados, o PowerSpy contava com 43 rotas diferentes, com 14 quilômetros de longitude media. Ao analisar os dados de variação de consumo do smartphone, o aplicativo foi capaz de determinar a rota exata do usuário, com uma margem de acerto de 93%.

Via MIT