usando smartphone em dia de sol

2016 bateu todos os recordes de calor. Dez vezes seguidas. Isso faz mal para o ser humano, causando rápida desidratação e até desmaios. Nossos gadgets também sofrem com altas temperaturas, e as consequências podem ser fatais.

Devemos ter o cuidado de não deixar nosso smartphone próximo de fontes de calor, já que o mesmo pode alcançar temperaturas elevadas que impedem o seu perfeito funcionamento, produzindo danos irreversíveis. Como vale mais a pena prevenir do que remediar, esse post deixa algumas dicas que podem te ajudar.

Há varias motivos para o smartphone aumentar a sua temperatura, e ainda que em alguns casos isso não depende do usuário, na maioria das situações é possível evitar isso.

 

1. Se distancie de qualquer fonte de calor

Isso é óbvio, mas nos esquecemos e deixamos o smartphone no sol ou próximo de uma fonte de calor. Especialmente no verão, certifique que o seu dispositivo está protegido do calor mais intenso, além de deixá-lo sempre na sombra.

 

2. Não coloque vários dispositivos juntos

Um erro comum é deixar vários dispositivos juntos. Se um deles está superaquecido, vai transmitir o calor e provocar o aumento de temperatura no outro.

 

3. Cuidado se você for para a praia

Muitos são os perigos nesse caso, e ainda que normalmente nos preocupamos mais com a água e areia, não deixe o calor de lado. Evite a todo custo deixar o smartphone no sol, e se você não pode ficar longe dele em sua visita na praia, deixe o mesmo guardado em uma bolsa ou mochila, que deve ficar na sombra (se possível).

 

4. Não deixe o smartphone no carro

Se você é um daqueles que deixa o smartphone no carro para aproveitar um dia de lazer, leve em consideração que o carro também acumula calor, se transformando em um forno para tudo o que está dentro dele. Se vai deixar o seu dispositivo dentro dele, é melhor desligar o aparelho. E não se esqueça de fechar bem as portas.

 

5. Utilize só o que você precisa

Os superaquecimentos não só acontecem porque deixamos o smartphone no sol. Os componentes internos também esquentam, e se exigimos muito a temperatura pode aumentar consideravelmente. Se você não está usando no momento, desligue conexões como WiFi, Bluetooth e localização. Também elimine processos desnecessários no segundo plano e as atualizações automáticas.

 

6. Evite aplicativos muito exigentes e longos períodos de uso

É óbvio. Quanto mais tempo você usa o smartphone, mais ele vai esquentar, principalmente se você usa aplicativos que exigem muitos recursos do sistema. O melhor exemplo é o de Pokémon GO, que utiliza a localização GPS e exige a tela do dispositivo sempre ligada, o que resulta em um aumento de temperatura natural. Sempre que possível, procure espaçar o uso do dispositivo, para que o mesmo possa se recuperar.

 

7. Cuidado ao recarregar a bateria

O processo de recarga de bateria gera calor, logo, deixe o smartphone longe de qualquer fonte de calor durante o processo. Se você estiver recarregando com uma bateria externa, utilize um cabo longo e mantenha os dois dispositivos separados, já que tanto telefone como bateria emite o calor durante o processo.

 

Meu smartphone está muito quente. Como esfriá-lo?

Se o seu smartphone exibir um alerta informando que a temperatura superou o limite de segurança estabelecido para um correto funcionamento, é necessário esfriá-lo o mais rápido possível. O smartphone não vai explodir na sua mão, mas é preciso agir rápido para evitar danos.

 

8. Desligue imediatamente

Esta é a primeira coisa que você deve fazer nesse caso. Ao desligar o smartphone, seus componentes deixam de trabalhar, e a temperatura começa a diminuir imediatamente. Não volte a ligar até que ele tenha esfriado completamente.

 

9. Retire o case

A maioria dos usuários de smartphones usa um case para evitar danos provocados por quedas. Porém, os cases não ajudam em casos de superaquecimento, já que eles podem reter o calor. Se isso acontecer, remova o case.

10. Aproxime o dispositivo do ar condicionado ou de um ventilador

O ar condicionado é a solução mais efetiva para esfriar um dispositivo eletrônico rapidamente, mas se você tem uma geladeira por perto, também pode ser de grande ajuda. Outra opção é um ventilador, para que o dispositivo seja resfriado aos poucos.

 

11. Use um aplicativo para esfriar o smartphone

O aplicativo gratuito Coolify modifica parâmetros do sistema para que a temperatura baixe o mais depressa possível. Porém, ele só funciona em dispositivos Android rooteados. O Cooler e o DU Phone Cooler são outras opções a se considerar, e não dependem do root, mas não são tão completas, se limitando a fechar processos abertos.