E olha que não estamos falando de um smartphone xing ling. Bom, quero dizer… é um xing ling, mas não é um xing ling qualquer. A China tem soluções estranhas, inusitadas e interessantes para o mercado de tecnologia, e muitas dessas soluções interessantes se convertem em baixo preço. Como é o caso do Mogu S1, que é considerado um dos smartphones de linha média mais baratos do mundo.

O Mogu S1 ainda não está disponível para venda, mas ele já se destaca pelo preço sugerido que o smartphone vai estampar quando chegar ao mercado chinês. Por apenas US$ 48 (preço convertido), o consumidor leva para casa um smartphone com tela de 5 polegadas (WVGA), com processador de 1 GHz (muito provavelmente single-core), câmera traseira de 2 megapixels, câmera frontal VGA, Wi-Fi, GPS e bateria de 2.000 mAh. Não é revelada a versão do Android que o Mogu S1 possui, mas mesmo que ele execute a versão 2.3 Gingerbread, não podemos reclamar. Afinal de contas, mesmo que um modelo desse porte custe no Brasil algo em torno de R$ 300 (três vezes a mais que o seu preço original), ele ainda está valendo um preço justo.

Temos que ter em mente que estamos falando de um smartphone que não tem como objetivo nem mesmo competir com modelos como o Samsung Galaxy S II Lite ou o Motorola RAZR i. Ele ainda é inferior do que os melhores smartphones Android de linha média de nosso mercado. O objetivo aqui é buscar as massas mais populares e aqueles que não querem gastar muito em um telefone. É direito de todo mundo querer pagar US$ 50 em um Android, que serve ao menos para jogar Angry Birds, não é mesmo?

Detalhes adicionais estão disponíveis na página do fabricante (isso é, se você compreender bem o mandarim). Lá, é possível ver que ainda tem pelo menos mais dois smartphoens da Mogu. Quem sabe na sua próxima viagem até a Ásia você não compra alguns deles, para montar o seu próprio “negócio informal”, não é mesmo?

Via Tablet-News