A história é tão inusitada, que vale a pena ser contada aqui. Veja bem, independente de como vai ser o iPhone 5 a ser apresentado amanhã, todos nós sabemos que ele é da Apple, tanto na sua concepção quanto no seu design, certo? Certo. Acontece que “o mundo é dos espertos”, e uma pequena fabricante chinesa chamada Goophone resolveu dar o pulo do gato contra a gigante de Cupertino de uma forma simples: usando o método “olhe, aprenda, copie… e registre antes deles”.

Com tantos vazamentos e rumores sobre o novo smartphone, principalmente sobre o seu futuro formato, a Goophone teve a “espetacular” (observe as “aspas”, e entenda que estou sendo irônico) ideia de reunir todas as informações possíveis sobre o design do futuro produto, e lançar antes da empresa de Cupertino o Goophone I5, com um formato que pode ser idêntico ao modelo que, hipoteticamente, eles lançaram primeiro. Mais do que isso: eles tiveram a ousadia de patentear o formato do Goophone I5 (que, lembrando, pode ser “o clone antes do original”) na China. Ou seja, no país asiático, eles são donos do formato do iPhone 5, mesmo ele sendo considerado um clone do original.

A estratégia da Goophone é bem simples. Se amanhã, nesse mesmo horário, o mundo estiver diante de um iPhone 5 com o mesmo formato que o “original” Goophone I5, a pequena clonadora vai simplesmente vetar na justiça chinesa a chegada do novo telefone da Apple no país, e vai exigir alguma grana (na verdade, muita grana) para liberar a Apple de comercializar o seu produto na China. É algo parecido com o que a Proview fez em relação ao nome iPad, que recebeu US$ 60 milhões para encerrar a discórdia. Porém, no caso Proview vs Apple, o nome iPad foi registrado no começo da década de 2000, onde o tablet da Apple nem era sonhado (poderia ser, no máximo, esboçado), e aí, a empresa de Cupertino teve que pagar pelos direitos do nome.

Para esquentar a briga, e com um tom quase ameaçador, a Goophone publicou em seu fórum de usuários um vídeo, que mostra mais detalhes sobre o seu “iPhone 5”. Lembrando que o Goophone IS possui tela de .47 polegadas (1280 x 7200, processador NVIDIA Tegra 3, câmera traseira de 8 megapixels e sistema operacional Android 4.1 Jelly Bean. Ou seja, até que o clone… ops, quero dizer, “original” (na China) não faz feio.

Na boa, os chineses foram caras de pau a ponto de colocar uma abelha exatamente na mesma posição da maça na parte traseira do produto. Porém, pela lei chinesa, o formato é deles. A cretinice aumenta quando a Goophone afirma em seu site que o design do seu dispositivo foi concebido “através de uma pesquisa e desenvolvimento totalmente independente, com os devidos direitos de propriedade intelectual independente registrados”.

Quero ver onde essa briga vai dar. Tire suas próprias conclusões, vendo o vídeo abaixo.

Via BGR.com