smartphones-usados

 

O mercado de smartphones não para de crescer, e cada vez mais os usuários sentem uma imperiosa necessidade de ter o último lançamento do mercado. Porém, de forma equidistante, o mercado de smartphones usados desponta de forma surpreendente.

Os modelos de segunda mão registraram um crescimento no número de compradores que apostam na opção mais econômica, como consequência da crise global que vivemos nos últimos anos.

Os números da IDC revelam não apenas um aumento na venda dos smartphones usados nos últimos anos, mas também uma previsão de crescimento anual de 22,3% nos próximos 13 anos, passando de 81.3 milhões de unidades vendidas em todo o planeta em 2015 para 222.6 milhões em 2020.

 

 

Compra de smartphones de segunda mão: moda e necessidade

 

mercado-global-de-smartphones-usados

 

A compra de smartphones de segunda mão não vem apenas de pessoas físicas, mas também das empresas que integram em suas linhas de negócio a venda desses dispositivos como mais uma fonte de receita.

A Apple, por exemplo, incluiu recentemente os seus smartphones na seção de recondicionados.

Mas… será que vale mesmo a pena adquirir esse tipo de dispositivos?

Para começar, é preciso levar em consideração que a compra de segunda mão não é a mesma coisa que adquirir um dispositivo na loja ou de um distribuidor oficial.

No primeiro caso, perdemos a garantia (a não ser que o dispositivo ainda esteja no prazo), e a não ser que você realmente não se preocupe com isso, este é um detalhe que pode sair caro para você no futuro.

Agora, se você adquirir um smartphone de segunda mão por um canal oficial ou loja que ofereça a garantia, o negócio é bem interessante nos aspectos econômicos, já que a redução de preço é considerável.

De qualquer forma, é importante você se informar sobre as condições de venda e, principalmente, sobre os seus direitos.

 

Via IDC