super mario run

 

Bastou uma semana após o lançamento e 40 milhões de downloads depois, para que todos constatassem que Super Mario Run não foi o que a Nintendo esperava. Menos de 10% dos que fizeram o download pagaram pelo jogo completo.

Muitos entendem que a Nintendo se equivocou ao pedir dinheiro pelo jogo completo, quando a tendência do mercado é apostar no free-to-play. Pois bem o site Pocket Gamer decidiu fazer um exercício de imaginação, mostrando como seria um Super Mario Run de graça, mas com compras e anúncios dentro do aplicativo.

Não existe opção perfeita no mundo, mas um Super Mario Run free-to-play seria o ideal e justo.

 

Engajar para depois pagar

 

 

A repaginação do Pocker Gamer inclui muitos elementos dos jogos atuais.

Por exemplo, Mario teria uma dose de força, que uma vez esgotada encerraria o jogo… a não ser que pagássemos para recuperar parte dessa energia, ou se a gente pedisse para nossos amigos do Facebook.

Outra tela sugere a exibição de um anúncio para repetir um nível, ou pagar para poder ter uma carteira maior para acumular mais moedas.

As imagens mostram o que já vimos em outros jogos, o que sugere um certo exagero dependendo com os jogos que compararmos, mas é algo muito bem encaminhado.

As telas desse Super Mario Run são apenas uma demonstração, que servem para os usuários refletirem se vale a pena ou não o formato adotado pela Nintendo.

 

Via Pocket Gamer