Quem usa o mínimo do Linux sabe o poder que a Shell tem. Em uma tela preta com letras brancas, podemos realizar de forma automatizada as mais diversas funções.

Porém, são milhares de comandos e é normal os usuários se esquecerem de alguns deles.

Comandos são milhares e é comum os utilizadores esquecerem-se de alguns deles. Quais as soluções?

Ter uma lista de comandos em um arquivo de texto sempre ajuda, mas também é possível oferecer as ferramentas que a própria Shell oferece.

Comando history

Permite a visualização dos últimos comandos executados. Aqui, considere a lista de comandos abaixo. Se o usuário quer executar o comando clear, que está na linha 29, basta escrever no terminal !29.

 

 

O histórico de comandos normalmente fica salvo no arquivo /home/<username>/.bash_history.

Comando apropos

Comando para encontrar outros comandos “apropriados”. Por exemplo, se você quer conhecer os comandos para a lista de diretórios, pode usar o comando apropos “list directory”.

 

 

Para os comandos para fazer “match” em uma informação, lista de arquivos e diretórios, etc, pode usar o comando apropos “match”.

 

 

Com essas duas ferramentas, vários comandos serão lembrados com certa facilidade. Experimente!