O WhatsApp liberou como sua última novidade o recurso de chamadas em grupo, função anunciada em maio, mas que não tinha uma data específica para sua disponibilidade.

O serviço de mensagens instantâneas tenta ser racional, e oferece videochamadas em grupo de até quatro pessoas, um limite que não tem muito sentido uma vez que é a plataforma de comunicação mais utilizada no mundo. Mas o cenário pode mudar no futuro.

O novo serviço de chamadas em grupo também está codificado em ponta a ponta, tal e como acontece com as mensagens de texto. Ou seja, em caso de interceptação no meio do caminho, a comunicação não será decifrada e, mesmo que consigam, vai levar muito tempo para descobrir o conteúdo daquela comunicação.

 

 

Para realizar chamadas em grupo no WhatsApp, basta iniciar uma primeira videochamada com um interlocutor. Quando essa pessoa atender, basta clicar em Adicionar Participantes, em um botão localizado no canto superior direito da tela.

A visualização da chamada se adapta para acomodar a todos os participantes em janelas, de modo que você possa ver o tempo todo o rosto de todas as pessoas envolvidas na chamada. Se alguém abandona a conversa, a chamada continua sem maiores problemas para os demais participantes.