smartphones-vs-cameras-digitais-01

Quando os celulares começaram a incorporar câmeras fotográficas de baixa qualidade, era difícil de se imaginar que elas poderiam competir com as câmeras digitais compactas. Porém, em poucos anos, o cenário mudou radicalmente. Hoje, são os smartphones que dominam o mercado, destronando as marcas tradicionais, que hoje tentam desesperadamente encontrar uma solução que represente a sobrevivência no mercado.

A venda de câmeras digitais compactas teve a sua era de ouro no começo dos anos 2000 (2000 e 2001), com um aumento de vendas por quase uma década. A partir de 2009, essas vendas começaram a cair em uma velocidade impressionante, com a popularidade dos smartphones.

O gráfico abaixo mostra que a adoção dos smartphones como sistema de fotografia digital foi algo tão brutal, que os números praticamente saem da escala (não se assustem, o gráfico é desse jeito que você vai ver).

smartphones-vs-cameras-digitais-02

 

Por que os smartphones tiveram tanto sucesso?

smartphones-vs-cameras-digitais-03

Para começar, a grande penetração da telefonia móvel no mundo, com mais de 7 bilhões de linhas. Quase todo mundo tem um telefone com câmera ao nosso alcance e sempre disponível.

Com isso, o número de fotos registradas por dia cresceu exponencialmente. Mais de 92% dos usuários de smartphones usam o dispositivo para tirar fotos. Além disso, dados da Comtech de 2014 mostram que os compradores valorizam cada vez mais a qualidade da câmera do smartphone como um fator primordial na hora de escolher um novo modelo, só perdendo para a conectividade e a confiabilidade.

smartphones-vs-cameras-digitais-04

Sempre levamos o smartphone conosco, porque é mais cômodo e imediato em situações cotidianas. Sem falar que um smartphone faz muito mais que uma câmera básica, permitindo a edição e classificação das imagens, envio na nuvem, compartilhamento nas redes sociais, entre outras funções.

Provavelmente é o fim das câmeras digitais compactas para o segmento de linha média, mas para o setor profissional e entre os usuários que buscam uma qualidade um pouco maior nas fotos, ela segue viva. Muitas das lentes dos smartphones avançaram nos últimos anos, mas ainda não estão a altura de um modelo dedicado.

Via Petapixel