windows-10-notebooks

Como você bem sabe, o Windows 10 será gratuito para os usuários com licença válida do Windows 7 e Windows 8.1 que atualizarem os seus equipamentos antes do dia 29 de julho de 2016. Depois disso, a Microsoft vai seguir atualizando o sistema operacional de forma contínua, e sob um modelo de desenvolvimento do Windows como um serviço, com suporte aos equipamentos ‘durante toda a sua vida útil’.

Houve um certo debate sobre o termo ‘vida útil’, mas a Microsoft insistiu em afirmar que as novas versões do sistema operacional serão gratuitas no futuro. Obviamente, este suporte não será infinito e terá data de caducidade, estabelecida pelo próprio hardware, ou quando o equipamento não mais cumprir os requisitos mínimos estabelecidos. Tudo isso foi feito para que os usuários do Windows 7 ou Windows 8.1 atualizem os seus computadores, ou para os clientes que comprarem novos equipamentos com Windows 10 pré-instalados.

 

E o que acontece com os clientes do Windows Vista ou Windows XP que querem migrar para o Windows 10?

Nem o Windows Vista, nem o Windows XP são atualizáveis diretamente para o Windows 10, conservando dados do usuário, configurações ou aplicativos. E isso acontece porque o Windows XP não tem mais o suporte técnico da Microsoft, e o Vista vai finalizar esse suporte em 2017. O que não quer dizer que o novo sistema não pode ser instalado nesses equipamentos.

Se o dispositivo supera os requisitos de hardware de origem, ou se alguns dos seus componentes forem atualizados para que esses requisitos sejam alcançados, é possível instalar o Windows 10 comprando uma licença retail em versões Home e Pro, e instalando o sistema do zero.

 

Tenho um equipamento com Windows Vista ou XP, e não quero gastar muito no Windows 10. Ainda assim posso ter o Windows de graça?

“Não e sim”. A Microsoft confirmou recentemente que o Windows Insider Program vai continuar depois do lançamento da versão final do Windows 10, em 29 de julho. Ele dá uma oportunidade aos usuários do Windows Vista e XP (com ou sem licença) a obter o Windows 10 de graça, sempre e quando ele se manter no programa de testes.

Ou seja, você estará permanentemente em versão beta.

É preciso levar em conta que a versão final não é a mesma que uma versão Insider. A Microsoft não garante o seu pleno funcionamento e estabilidade, pois é nela que eles vão testando novas características e tecnologias, e por siso não devemos usá-la em tarefas de produção.

Em todo caso, esta é uma opção para se obter o Windows 10 gratuitamente e de forma legal em alguns equipamentos. Se seremos capazes de seguir com o Windows 10 depois do lançamento da versão final com a licença gratuita que a Microsoft oferece aos Insiders? Tudo indica que sim.

Por outro lado, a Microsoft deveria oferecer uma licença para os clientes com Windows XP ou Vista (ainda que fosse mediante a instalação do zero) a um preço mais barato do que a versão retail?