bateria do notebook

 

A autonomia de bateria de um notebook é algo crucial para profissionais que precisam trabalhar em qualquer lugar.

As novas tecnologias de hardware, como processadores de baixa voltagem, armazenamento em estado sólido, RAM DDR4 e a melhor gestão energética nos sistemas operacionais mais modernos estão permitindo uma autonomia de bateria mais próxima de um dia de trabalho normal.

Some tudo isso ao uso de baterias de maior capacidade e eficiência.

Se os fabricantes apostam nas melhorias tecnológicas, o usuário também tem que fazer a sua parte, realizando pequenos procedimentos que podem fazer a diferença na hora de aumentar a autonomia do notebook.

 

 

Manutenção da bateria

 

Antes de tentar maximizar a potência da bateria, determine o seu estado com ferramentas especializadas que permitem a verificação da mesma.

Também vale a pena realizar a calibração da bateria e o seu ciclo, algo essencial para a sua vida útil, prolongando a sua autonomia em um uso diário.

 

 

Opções de economia de energia

 

Os sistemas operacionais oferecem opções de energia que permitem a configuração de vários parâmetros que administram a forma que o notebook usa essa energia para economizar a mesma sempre que possível, aumentando assim a sua autonomia de uso.

 

 

Tela

 

É o componente que mais consome bateria em um notebook. Diminuir seu brilho e/ou contraste é uma forma direta de aumentar a autonomia.

Também convém desativar o protetor de tela, e após algumas configurações, a tela vai se desligar em dois minutos, para não ativar o tal protetor.

Apagar a retro-iluminação do teclado quando não estamos utilizando é outra boa forma de economizar energia.

 

 

Conexões a Serviços

 

Suspender serviços com a detecção de redes ou o uso compartilhado de arquivos e impressoras também podem ajudar a economizar bateria, e até aumentar a segurança em redes públicas.

Também vale a pena bloquear as conexões recebidas para evitar apps que podem ligar o equipamento, funcionando em segundo plano. Pausar serviços de cópias de segurança e sincronização requer um maior cuidado sobre quando podemos desativá-las, mas eles também podem ajudar a reduzir o consumo de bateria de forma temporária.

 

 

Redes e conectividade

 

Módulos de rádio consomem energia permanentemente. É difícil para um profissional deixar de lado esse recurso, mas se você em algum momento não precisa ficar conectado na internet, pode simplesmente desligar o WiFi. O Bluetooth também pode ser desativado.

 

 

Periféricos e discos

 

Não deixe inserido no notebook cartões de memória ou pendrives, pois eles vão aumentar o consumo e reduzir a autonomia. O mesmo vale para discos e unidades de rede. Unidades óticas também consomem, então, retire os DVDs e CDs quando não tiverem uso.

 

Supervisione o seu notebook

 

Alguns processos que fogem do controle do usuário podem reduzir drasticamente a vida útil da bateria. No Windows, podemos ver eles no administrador de tarefas ou no monitor de recursos no painel de controle.

Downloads prévios no lugar de streaming também é uma boa medida. O consumo de conteúdo via streaming esgota a bateria rapidamente. É sempre melhor baixar os vídeos antes de assistir.

 

São medidas simples, que combinadas com o menor consumo do hardware e baterias maiores e mais eficientes, permitem que o usuário receba pelo menos um dia de autonomia para trabalhar em qualquer lugar.