internet

 

Economizar é a palavra de ordem para o brasileiro. Principalmente no pacote de internet no smartphone.

O pacote de dados acaba tendo um papel vital no uso diário em tempos de redes sociais e apps de mensagens instantâneas. Muitos usuários contratam seus planos pensando nesse aspecto de sua atividade conectada.

Antes de deixar uma grande quantidade de dinheiro em um plano com muitos gigas de dados, vale a pena aprender como economizar megas de sua tarifa, com procedimentos simples.

Desligar ou restringir recursos do smartphone que consomem uma grande quantidade de dados, deixar de realizar tarefas absurdas e modificar hábitos podem refletir em economia no final do mês.

Este post é o nosso guia definitivo sobre como você pode economizar no pacote de internet no smartphone com medidas bem simples.

 

 

Atualize os aplicativos via WiFi

 

 

As atualizações de aplicativos instalados no smartphone consomem grande quantidade de megas, e uma boa forma de evitar elevado consumo no seu plano de dados é sempre realizar as atualizações através de uma rede WiFi.

A seguir, indicamos como mudar as configurações no Android e no iOS para tal procedimento:

 

– No Android: acesse o aplicativo da Play Store, vá em Ajustes > Atualizar Automaticamente. Lá, marque a opção “atualizar os aplicativos automaticamente apenas em redes WiFi”.
– No iOS: vá em Ajustes > iTunes Store > App Store, e desmarque a opção “usar dados móveis.

 

 

Cuidado com o upload automático de arquivos

 

Alguns aplicativos podem enviar imagens ou vídeos armazenados no smartphone de forma automática, e isso pode consumir os dados móveis de forma bem rápida.

Fique de olho em apps como Google Fotos, Dropbox e Facebook, que podem consumir um bom número de megas com esse expediente, e sem te avisar.

 

 

Ajuste a sincronização das contas

 

 

Temos várias contas sincronizando em nosso smartphone: e-mails, aplicativos de mensagens instantâneas, redes sociais, armazenamento, jogos e outros. Tudo é sincronizado automaticamente, onde recebemos notificações de alguns deles o tempo todo.

Esse expediente não consome uma grande quantidade de dados, mas vale a pena desligar as sincronizações dos serviços que você usa menos, ou reduzir o tempo de sincronização. Desativar as redes sociais já faz uma grande diferença: afinal de contas, você consulta o tempo todo, logo, não faz diferença se você é alertado ou não.

Basta acessar os ajustes gerais do dispositivo e realizar os ajustes de sincronização.

 

 

Planeje suas viagens antes de sair de casa

 

 

O Google Mapas é um devorador de dados. Logo, planejar a sua viagem antes de sair de casa é importante.

Faça o download de todos os mapas e dados que você precisa para a sua viagem. A maioria dos aplicativos de mapas permitem o download de seus dados para acesso offline.

 

 

Faça o download de arquivos apenas conectado a uma rede WiFi

 

Todo mundo recomenda isso, mas muita gente segue insistindo no erro. Fazer o download de arquivos fora de uma rede WiFi é um gasto de megas de internet que a maioria não pode se permitir.

A não ser que o download seja imprescindível, procure uma rede WiFi e evite o gasto desnecessário de alguns megas.

Use o modo de reprodução offline de aplicativos de streaming (Netflix, Spotify, YouTube…)

 

 

Os serviços de streaming consomem uma grande quantidade de dados. Felizmente, os mais populares apps (Spotify, Netflix, YouTube) contam com um modo offline, que deve ser explorado ao máximo.

Os assinantes da conta Premium do Spotify podem baixar suas músicas quando conectados a uma rede WiFi. No caso do Netflix, YouTube e outros apps, também é permitido tal prática.

Logo, acompanhe bem de perto o funcionamento desses serviços e sempre faça o download do conteúdo que você quer consumir em um momento posterior.

 

 

Limite o consumo de dados em segundo plano

 

Uma grande quantidade de aplicativos que temos instalados no smartphone permanecem conectados na internet para enviar e receber dados de forma autônoma, e a maioria dos usuários não sabe disso.

Tanto no Android como no iOS é possível controlar tal sintoma, evitando o consumo de alguns megas. Vá para os ajustes do dispositivo, acesse o menu de aplicativos e consulte os megas que cada aplicativo consome em segundo plano.

A partir daí, restrinja aquele que resulta em maior consumo, mas sempre verificando bem o que você vai restringir, para evitar surpresas desagradáveis.

 

 

Use a compressão de dados nos navegadores web

 

 

O seu navegador web é um dos aplicativos que mais consome dados. Todos os dias, fazemos uma série de consultas, além da própria navegação pela internet. A boa notícia é que podemos reduzir o consumo de dados dos navegadores, de forma bem simples.

Os browsers mais conhecidos já oferecem opções nativas de compressão de dados, reduzindo consideravelmente o consumo de megas.

No Google Chrome, vá em Ajustes e ative a compressão em Gerenciamento de largura de banda. Em poucos dias você vai se dar conta de que o consumo de dados do Chrome será muito menor. De acordo com a Google, essa compressão no Chrome Mobile pode economizar até 40% dos megas que utilizamos.

 

 

Use o bom senso

 

Não adianta nada eu fazer esse post gigante se você não usar o bom senso no dia a dia.

A maioria das dicas passadas já são de conhecimento da maioria, mas a mesma maioria não usa tais procedimentos.

Se a tarifa de dados que você contratou não oferece muitos GB de dados, o bom senso pode ajudar a prolongar o seu ciclo de uso do pacote.