apple-watch-edition

O Apple Watch Edition, modelo de luxo do smartwatch da Apple, não está ao alcance de todos. O relógio inteligente com ouro 18 quilates custa a partir de US$ 10 mil, mas em compensação, os seus compradores receberão um tratamento a altura do valor pago.

O site 9to5mac informa que fontes próximas ao processo de recrutamento do pessoal de vendas do Apple Watch ofereceram detalhes sobre como será a experiência de compra para os futuros compradores do Watch Edition. Para começar, no momento que o cliente confirmar o seu interesse no relógio, ele não terá que ficar em filas ou esperar para testar o produto. A atenção será imediata, e o atendimento será feito em uma sala privada, especialmente preparada para os testes do relógio.

O cliente terá uma hora para decidir se vai comprar o produto ou não, onde 30 minutos são dedicados aos testes do relógio em todas as suas versões. Por motivos de segurança, apenas duas unidades estarão presentes na sala, e no caso da opção de compra ser de uma das versões inferiores, o cliente terá que pedir uma permissão para um responsável para que o modelo seja incluído na sala.

Depois da compra do Apple Watch Edition, o proprietário pode escolher se deseja configurar o relógio ali na loja, ou através de um novo serviço de assistência virtual, onde ele pode conversar com um especialista através de videoconferência, em sua casa. Este serviço é pago no caso do Watch Sport e Watch de aço inoxidável, mas no caso do Watch Edition é gratuito por dois anos, com assistência em modo 24/7 (em inglês, por enquanto), e com uma extensão de três anos do serviço AppleCare+.

Ou seja, o tratamento que os compradores do Apple Watch Edition será realmente minucioso e diferenciado, mas… convenhamos: como não tratar dessa forma uma pessoa que está disposta a pagar US$ 10 mil em um relógio?