galaxy-s6-edge

Todos contemplamos com grande interesse a chegada do Galaxy S6 Edge, um dispositivo que marca um ponto de inflexão dentro do segmento de smartphones, e que marca a mudança que a Samsung precisava, incorporando assim a tela mais avançada projetada pelos coreanos até agora.

O site SamMobile revela alguns detalhes interessantes dessa tela, que é ligeiramente curva nas duas bordas. E essa é uma mudança que não tem apenas consequências estéticas, mas também funcionais. São 3.6 milhões de pixels controlados individualmente, o que permite reduzir o consumo total da mesma em 20% em relação à soluções similares. Nada mal.

 

É claro que isso resulta em uma maior autonomia de bateria, mas… qual é o segredo por trás da curvatura bilateral do Galaxy S6 Edge?

A poliimida, um tipo de plástico utilizado em telas como substituto do cristal rígido que normalmente se utiliza nas telas AMOLED convencionais. A Samsung foi capaz de criar uma lâmina de piliimida mais fina que um fio de cabelo humano, e colocou um circuito eletrônico nela, abrindo as portas para os designs que conhecemos e que vimos no Galaxy Note Edge e no Galaxy S6 Edge.

Tudo isso trabalha em conjunto com o suporte Adobe RGB e um excelente nível de resposta, transformando essa em uma tela que ajudou a Samsung a oferecer um importante diferencial nos seus novos smartphones top de linha.

Via Sammobile