smartphones

Seu filho saber usar o smartphone melhor que você é uma regra. As novas gerações tem naturalmente mais intimidade com o mundo da tecnologia. E isso não é um problema.

O grande problema é que falamos de menores de idade, onde os pais precisam tomar uma série de medidas de segurança para proteger seus filhos de conteúdo não recomendado, ou downloads pagos sem autorização.

Nesse post, passamos dicas sobre como configurar o smartphone de um menor de idade para que ele não tenha acesso a conteúdos inadequados.

 

 

No iOS

 

A primeira coisa que você precisa fazer é usar os recursos disponíveis no próprio sistema operacional. No caso do iPhone, a função Restrições permite o bloqueio ou a limitação de certos aplicativos.

Para ativar, vá em Ajustes > Geral > Restrições. Ali, você pode inserir um código que será utilizado para habilitar ou desabilitar tais restrições. Escolha o que você quer limitar (aplicativos ou acesso a conteúdos explícitos no iTunes Store).

 

 

No Android

 

No Android, desde a versão 5.0 Lollipop ou posterior (Marshmallow, Nougat e Oreo), temos a possibilidade de contar com vários perfis de usuário em um mesmo dispositivo.

Para isso, vá em Ajustes > Usuários e adicione um novo perfil de usuário. Uma vez criado, configure as restrições para compras in-app ou limite as páginas que tal perfil pode acessar, ou quais aplicativos podem ou não executar.

Outra coisa importante é desativar a instalação de aplicativos de origem desconhecida. Para isso, vá em Ajustes > Segurança e desmarque o item Origens Desconhecidas.

 

 

Aplicativos de terceiros

 

 

Por fim, para reforçar essa segurança e até determinar limites diários ou monitorizar por completo tudo o que o seu filho faz no telefone, há vários aplicativos de terceiros recomendáveis nas diferentes lojas de aplicativos.