ISO_Windows_10

Se você tentou ativar o Windows 10 a partir da ISO em uma instalação limpa com sua licença anterior do Windows 7 ou Windows 8.1, muito provavelmente se deparou com o problema de não poder ativá-lo. Mas não se desespere: de acordo com a própria Microsoft, ‘isso é normal’.

Diferente do que todos pensavam, uma licença válida do Windows 7 ou Windows 8.1 não é capaz de ativar o Windows 10 pelo simples fato que o novo sistema usa a sua própria chave de produto, o que provoca o tal erro na hora da ativação.

 

A solução (legal)

Uma licença do Windows 7 ou Windows 8.1 te dá o direito a ATUALIZAR para o Windows 10, mas não permite uma instalação limpa em um primeiro momento. Logo, a solução passa por migrar primeiro para o novo Windows via atualização.

Uma vez atualizado para o Windows 10 e ativado automaticamente o sistema, o servidor de ativação de produtos da Microsoft vai registrar o equipamento em questão, considerando o mesmo um equipamento certificado com o Windows 10. A partir daí, você pode criar com a ISO uma mídia de inicialização (em DVD ou pendrive) e realizar as instalações limpas da forma que você quiser. Nesse ponto, o servidor da Microsoft vai detectar o equipamento, realizando a validação automaticamente.

Tudo isso se refere à licenças anteriores dos Windows compatíveis, e não para cópias novas retail do Windows 10 que a Microsoft está vendendo, e que obviamente pode ser instalada do zero a partir de qualquer equipamento. Vale lembrar que não é improvável que outros métodos de ativação pirata sigam funcionando nesse momento. De fato, alguns usuários relatam que foram capazes de atualizar para o Windows 10 com cópias piratas das versões anteriores.

Em resumo: se você tem um computador com uma licença válida do Windows 7 ou 8.1, atualize primeiro para o Windows 10, e depois utilize a ISO para uma instalação limpa e do zero.

De nada.

Via Microsoft