Windows 10

 

Acelerar a inicialização do Windows 10 é possível, utilizando algumas das ferramentas fornecidas pelo próprio sistema. Aplicativos de terceiros podem acelerar o desempenho, mas poucos contam com um efeito real.

É claro que milagres não existem se temos um computador com um hardware muito limitado. Mesmo assim, vale a pena revisar algumas ferramentas e componentes do sistema, que também ajudam a melhorar o desempenho geral.

 

 

Inicialização rápida

 

O Windows 10 tem uma característica de início rápido que reduz o tempo de arranque, funcionando de forma similar ao modo de hibernação.

O modo pré-carrega o núcleo do Windows e os controladores antes que o computador se desligue. Para usar esse modo, ative antes o modo de hibernação (Windows + X para abrir o menu de usuário avançado, e selecione Prompt de Comando em modo de Administrador, e digite “powercfg /hibernate on” – sem as aspas).

Depois, vá em Painel de Controle > Opções de Energia > Escolher o comportamento do botão liga/desliga, e ative o modo de inicialização rápida.

 

 

Administrador de tarefas

 

Configurar os programas que iniciam com o computador é fundamental na aceleração do PC.

Pressione simultaneamente as teclas CTRL + SHIFT + ESCAPE, e veremos a janela de configuração de inicialização. Na aba Início, podemos ver os aplicativos carregados, seu statos e impacto. Clique com o botão direito nos que não são imprescindíveis e desative-os.

Ferramentas como o CCleaner e o Autoruns for Windows podem ajudar no processo, gerenciando uma maior quantidade de parâmetros.

 

 

 

Aplicativos em segundo plano

 

Vários aplicativos podem ficar ativos de forma desnecessária, afetando a inicialização e o desempenho.

Clique em Iniciar > Configuração > Privacidade > Aplicativos em segundo plano, e desative aqueles que você não precisa.

 

 

Otimize o uso da CPU e da RAM

 

Alguns aplicativos exigem demais do processador e da RAM desde a inicialização, desacelerando o restante. O gerenciamento de alguns é mais complicado, por serem serviços do sistema. Já outros podem ser evitados.

O OneDrive é um deles. Ativo por padrão no Windows 10, funciona bem para quem realmente o usa. Para os demais, ele pode ser desativado em Editor de diretivas de grupo local.

Pressione Windows + R e digite gpedit.msc. Em Configuração do equipamento > Áreas administrativas, várias opções podem ser configuradas, inclusive o uso do OneDrive.

É uma ferramenta poderosa, e pode deixar o sistema de acordo com as suas necessidades. Mas use com cuidado.

 

Os Conselhos do Windows também podem ser desativados. Vá em Iniciar > Configurações > Sistema > Notificações e Ações.

 

A configuração da aparência do Windows 10 é outro padrão a ser gerenciado, especialmente em equipamentos com hardware mais simples. Vá em Painel de Controle > Sistema > Configurações avançadas do sistema > Opções avançadas > Desempenho > Configurações. Ative o ajuste para obter o melhor desempenho.

 

 

Elimine os Bloatwares

 

O Windows 10 não está livre de ter programas desnecessários, que ocupam espaço e recursos, sendo redundantes, carregando e atualizando em segundo plano. Quase todos eles podem ser desinstalados, com a ajuda de ferramentas de terceiros.

 

Melhore o hardware

 

A Microsoft fez um grande trabalho de otimização para que o Windows funcione com equipamentos mais antigos. Porém, chega um momento que as limitações são do próprio hardware.

Aumentar a RAM ou substituir o disco rígido por uma SSD oferecerá benefícios imediatos no desempenho do sistema, e em alguns equipamentos isso sera inevitável.