O Commodore Amiga é um dos computadores clássicos, que na sua época tinha grande poder gráfico, e o dispositivo favorito de pessoas como Andy Warhol.

Desde a falência da Amiga, ele estava destinado à extinção, mas alguns nostálgicos entusiastas decidiram dar uma sobrevida ao produto, com algumas peças de hardware e um software adicional.

Agora, o produto será “re-lançado”, com o anúncio da placa Vampire V4.

Desenvolvida pela Apollo Accelerators, a Vampire V4 é uma PCB (Printed Circuit Board) que pode funcionar por si como uma Amiga, mas atualizada para o século XXI (conseguindo o teclado e o monitor), ou como um aceleradore de computadores originais na linha, fabricada entre 1985 e 1996.

Entre as qualidades da Vampire V4, encontramos um SoC Altera Cyclone V A5 FPGA (de 28 nm), com 512 GB de RAM DDR3, suporte FastIDE com conectores de 40 e 44 pinos, e saída digital de vídeo a 720p@60Hz.

Sua alimentação é agora via microUSB, e o modelo recebe cartões microSD, entradas USB padrão e até porta Ethernet para melhor conexão com a internet.

Infelizmente, a Apollo não revelou o preço do novo Commodore Amiga. Mas com certeza será um chamativo para os devotos da marca.

 

Via Hexus