Acabou agora a coletiva de imprensa realizada na sede da Telefonica, em São Paulo, anunciando algumas das novidades para a Campus Party Brasil 2011. Abaixo, os principais destaques dessa coletiva.

A Campus Party Brasil foi o primeiro país a ser escolhido para a internacionalização do evento, pelas características do internauta brasileiro. Três novidades entre os palestrantes foram anunciados: o primeiro é Kul Wadhwa, que é Diretor Gerente da Wikimedia Foundation, que chega no momento em que o serviço completa 10 anos, além de Stephen Croker, que é um dos responsáveis pela gestão da internet e pela criação do protocolo Arpanet, para falar sobre segurança da web e perspectivas de futuro com os novos protocolos. Na área de Social Media, haverá uma palestra da então candidata à presidência da República, Marina Silva. O tema, como não podia ser outro, será “Eleições e internet”.

São 6.500 campuseiros e mais de 8.000 pessoas envolvidas no evento, de forma direta e indireta. São mais de 400 atividades, com mais de 500 horas de eventos. Os assuntos que mais chamaram a atenção pela ornagnização: sustentabilidade, geo-localização, mídias sociais, a internet no Brasil, agenda digital, inclusão digital e projetos de empreendedores digitais.

São 77,6% dos participantes variam entre 16 a 29 anos (73% homens e 27% mulheres). São 4 zonas de conhecimento, sendo 37% estão na zona de inovação. No Brasil, uma característica destacada são das caravanas, que é um sintoma quase único no mundo.

Um dos objetivos do governo municipal de São Paulo é inlcuir a Campus Party Brasil no calendário oficial da cidade, uma vez que o evento conta com estrutura e prestígio de grandes eventos, como a São Silvestre e a Fórmula 1. Autoridades do Governo Federal estarão presentes no evento, principalmente membros do Ministério das Comunicações, uma vez que assuntos como inclusão digital e Plano Nacional de Banda Larga estarão em destaque na Campus Party Brasil.

Uma das novidades que a Telefonica traz ao Brasil é o “Iron Geek”, que é uma espécie de Iron Man (ultra maratona) da Campus Party, além do Encontro de Blogueiros da Telefonica, que acontece durante o evento, onde blogueiros se encontram com executivos da empresa para discutir acertos, erros, diretrizes e propostas para a empresa.

Sobre as melhorias, governos do município e do estado estão investindo para que as condições da Campus Party seja melhor. Novidades para a alimentação incluem um novo espaço, prometendo uma maior liberdade para os campuseiros, e com ofertas de serviços em horários fora do convencional. Campuseiros com necessidades especiais de alimentação vão contar com um cardápio específico, podendo ser adquirido antecipadamente. Mario Teza, o organizador da Campus Party, anuncia que para a edição deste ano provavelmente o investimento chegue a R$ 15 milhões, cerca de R$ 2,5 milhões a mais em relação à Campus Party 2010.

Os organizadores reforçam que a Zona Expo, que é gratuita, estará com muitas atrações para os visitantes do evento. E, para os campuseiros que não estarão presentes ao evento, haverá a possibilidade de acompanhar as principais atividades que acontecerem no Centro Imigrantes via internet, pela Campus TV.