Logo-Claro

Durante o evento ABTA 2013, a operadora de TV por assinatura DTH Claro TV anunciou o lançamento do Claro Combo, que é um pacote que engloba a oferta de serviços de telefonia fixa e banda larga 3G/4G em conjunto com o pacote de TV por assinatura da operadora. Com isso, a Claro entra na briga das operadoras que contam com os pacotes de serviços “triple play”.

O serviço funciona através de um roteador conectado à rede de celular da Claro, que viabiliza os serviços de telefonia fixa, ao mesmo tempo que cria uma rede de Wi-Fi doméstica, que entrega o sinal de internet pela rede móvel. Tal como acontece com outros serviços fixos que utilizam a infraestrutura móvel para oferecer os serviços de telefonia e internet (como são os casos do TIM Fixo e do Vivo Fixo), o modelo da Claro prevê uma mobilidade restrita, uma vez que o dispositivo da operadora está vinculado à uma ERB específica.

A limitação acontece por uma imposição regulatória, para que as operadoras que oferecem um serviço de telefonia fixa e internet banda larga fixa “real” não encontrem uma desvantagem desleal em relação aos concorrentes vindos de operadoras móveis. Afinal de contas, sem a restrição, nada impediria (na teoria) de um usuário que assina a internet fixa utilizar o serviço como internet móvel.

A Claro TV (ou Embratel, que é do mesmo grupo) informa que a oferta combinada prevê pacotes triple-play a partir de R$ 97, com franquias de uso que vão de 1 GB até 40 GB. A rede 3G da Claro está disponível de imediato em aproximadamente 1.2 mil cidades, e esse número deve subir para até 3 mil até o final de 2013.

O serviço Claro Combo começa a ser oferecido aos clientes (em modo experimental) a partir de setembro, nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande. Depois, o serviço será oferecido em outras cidades (não divulgadas), através dos seus parceiros instaladores ou postos oficiais de venda da Claro.

Via EXAME