navegacao-privada

 

A navegação privada é uma função que é conhecida por muitos como modo incógnito ou modo privado. Ela permite que os navegadores web não armazenem as informações sobre as páginas que navegamos.

Ou seja, você tem uma sessão temporária que não compartilha dados com o navegador, não salva informações sobre as páginas visitadas, nem histórico, cache, senhas, dados de formulários ou cookies, apagando todos esses arquivos quando fechamos a sessão.

Não há qualquer garantia que este modo é 100% privado. Um bug nos drivers da NVIDIA permitiu o armazenamento de dados em modo incógnito, e alguns plugins podem armazenar cookies que não são eliminados no final da sessão.

Também comentam que há supercookies da Google que utilizam técnicas para rastreamento em modo anônimo.

Google Chrome, Firefox, Safari, Opera, Internet Explorer e Edge contam com o recurso, com nomes diferentes. Todos funcionam de forma similar.

 

 

Usos da navegação privada

 

navegacion_privada_2

 

O principal objetivo e garantir a privacidade e segurança do usuário. Vale a pena lembrar que este recurso não é o mesmo que navegar de forma anônima  pela internet, que exige ferramentas como o TOR.

Outro uso típico é para transações econômicas, pagamentos via cartão de crédito e contas, trâmites administrativos e outros, sem deixar os dados armazenados.

O consumo de material adulto é outro forte motivo para a navegação privada.

Desse modo, seus filhos não tem acesso a material inadequado para a idade deles. Ou sua esposa não vê com quais garotas (ou garotos) você se diverte.

E, mesmo assim, a privacidade não é em 100%, mas é sempre melhor que a navegação padrão.

Mas existem outros usos para a navegação privada. Conheça alguns deles a seguir.

 

 

1. Acesso à internet com várias contas de uma vez

 

A maioria dos sites permitem o acesso a mais de uma conta ao mesmo tempo, mas o modo de navegação privada oferece uma solução para os casos isolados.

 

 

2. Utilização de um equipamento de terceiros

 

Se você precisa usar o computador de um familiar ou amigo, a navegação privada não deixa rastros de suas atividades, e não desabilita as seções do dono do equipamento.

Esta não é uma solução infalível para computadores que não são de confiança, pois malwares podem registrar suas contas e senhas com outras técnicas. Redobre os cuidados ao utilizar equipamentos públicos.

 

 

3. Resultados “puros” do motor de busca

 

Motores de busca utilizam o histórico de buscas e outros dados compilados de suas atividades para exibir resultados personalizados. Isso é útil no dia a dia, mas de vez em quando precisamos ver resultados de forma mais generalizada e os resultados vistos pelos demais usuários, para testar como estão posicionados, alguns termos, como o seu nome ou o nome da sua empresa.

Uma seção em navegação privada deve oferecer os resultados mais puros possíveis, e tal método funciona com todos os motores web.

 

 

4. Comércio eletrônico

 

Evite que sites de e-commerce identifiquem os seus dados, o que você estava buscando e os resultados de sua busca e, por consequência, te perseguindo por onde você for na internet.

Abra uma janela de navegação privada e faça tudo. A atividade não será associada à sua conta da loja virtual.

A navegação privada também é útil para quem quer dar um presente de surpresa para alguém, e não quer deixar rastros para quem quer que seja.

 

 

5. Limites de leitura ou acessos

 

Alguns sites limitam o acesso à leitura de um pequeno número de artigos gratuitos. O controle desses acessos é feito através de cookies.

Logo, use a navegação privada para superar esse limite. Tudo bem, o truque funciona temporariamente.

Se você gostar do site, aí sim você se inscreve. Mas ante veja como ele trabalha antes de assinar.

 

 

Por fim…

 

A função é muito útil para muitos usos.

Limitar o rastreamento de navegadores não é o mesmo de navegar anonimamente por outras fontes como o seu provedor de serviços, sua empresa ou sites web que você visita.

Você ao menos pode mascarar a sua atividade de navegação, e isso já é uma grande coisa.