redes sociais

Todos nós estamos conectados nas chamadas redes sociais. Logo, é fundamental saber usar essas ferramentas, inclusive com a consciência sobre o que podemos ou não compartilhar nessas tais redes.

É muito fácil compartilhar coisas entre os nossos contatos, e temos que ter a consciência do perigo que é compartilhar determinados conteúdos. Por isso (e para zelar pela segurança de todos), selecionamos cinco items que não devemos compartilhar nas redes sociais.

 

1. Imagens ou vídeos em alta velocidade

 

 

É comum ver as pessoas compartilhando imagens ou vídeos, captados por elas mesmas, onde vemos veículos em condutores em altíssima velocidade, muito acima do permitido nas estradas.

Quando se faz isso, o condutor pode ser punido pelo excesso de velocidade e por utilizar o smartphone enquanto dirige. Compartilhar isso livremente é, basicamente, pedir para as autoridades uma detenção. A sua, inclusive, por registrar tamanha babaquice e não fazer nada.

 

2. Dados pessoais

 

Uma regra básica que muitos se esquecem.

Qualquer dado pessoal que pode ser utilizado por terceiros de forma pejorativa deve evitar-se compartilhar nas redes sociais.

Endereço, telefone, número de cartão de crédito, CPF, RG, senhas, dados familiares, dados profissionais… esses são alguns exemplos de dados considerados sensíveis.

Se você perdeu o seu telefone, jamais peça para que seus contatos te mandem seus dados pelo novo número, uma vez que qualquer pessoa pode utilizar esse número para fins maliciosos.

 

3. Número de cartão de crédito e débito

 

 

Uma categoria a parte, já que tem gente que não percebe a real dimensão do problema.

Se os dados do cartão não fossem sensíveis, poderíamos exibi-los em qualquer lugar. Mas… não: nossa vida financeira está ali.

Dados como nome do banco, valores em conta, condições da conta e outros também devem ser evitados. Tem muita gente esperando dados que podem ser utilizados a seu favor e contra você.

 

4. Documentação do automóvel

 

 

Seja por descuido ou por puro exibicionismo, algumas pessoas partilham fotos dos seus carros ou de carros de terceiros nas redes sociais. Na maioria das vezes, a pessoa se esquece de ocultar a placa desses carros.

Esse código dá acesso a uma série de informações sensíveis, como dados da matrícula do proprietário, que podem indicar depois a seguradora e o estado de seguro, entre outras informações.

O alerta também vale para fotos e vídeos capturados de veículos de outras pessoas, já que também é um problema você divulgar informações de terceiros sem o consentimento deles.

 

5. Desabafos sobre o trabalho

 

 

É comum ver pessoas publicarem imagens reclamando das segundas-feiras, já que é o dia que se inicia uma nova semana de trabalho. E o fazem (em partes) porque não gostam do seu trabalho.

É uma realidade comum, que até os seus chefes podem compreender. Mas aqueles que não entendem e possuem acesso às suas redes sociais podem te trazer consequências pesadas.

É claro que você é livre para publicar o que quiser, mas seus chefes podem optar por demitir alguém que reclama publicamente do seu trabalho por entenderem que você não vende uma boa imagem da empresa. A sugestão aqui é procurar a empresa se você tiver algum problema com o seu trabalho.

Essas são cinco situações onde devemos ponderar a publicação e compartilhamento nas redes sociais, com a ciência das consequências que podem advir da exibição desses conteúdos.