2003_numero

Em 2003, a saga Senhor dos Anéis chegou ao fim, André Agassi ganhava torneios de tênis e os primeiros smartphones chegavam ao grande público. A Nokia ainda era a empresa dominante do setor de mobilidade, e poucos imaginavam que os finlandeses passariam pela sua travessia do deserto até a refundação em 2016, pelas mãos da Foxconn.

Temos nesse post cinco celulares que foram de grande sucesso em 2003.

 

Nokia 6600

Nokia 6600

Foi o smartphone mais avançado que a Nokia lançou até aquele momento, suportando o Symbian até a versão 7.0s, executando sobre o S60. O Nokia 6600 foi um smartphone com longevidade, fabricado até 2006, três anos depois do seu lançamento. Algo que, hoje, não acontece.

Com sua tela TFT colorida, era possível ver fotos capturadas por sua câmera VGA e vídeos de até 95KB. No Nokia 6600, era possível instalar aplicativos de terceiros e temas, além de criar os próprios temas, já que recebia o Nokia Symbian Theme Studio.

 

Sony Ericsson P900

Sony Ericsson P900

No último timestre de 2003, a Sony Ericsson lançou um novo dispositivo com Symbian 7.0, que se transformava no primeiro smartphone do fabricante, contando com o sistema de correio eletrônico da BlackBerry/Research in Motion.

O Sony Ericsson P900 era uma mescla de PDA e celular, com um bom repertório de aplicativos shareware e freeware para instalar no dispositivo, graças ao Symbian C++. Contava com um teclado QWERTY atado a uma tampa que poderíamos retirar para usar a sua tela colorida touch resistiva TFT de 2.9 polegadas.

 

Samsung E700

Samsung E700

Os celulares clamshell seguiam conquistando o mercado, e um dos melhores vistos em 2003 foi fabricado pela Samsung. As baterias já começavam a sofrer os estragos por suportarem as telas coloridas, além de novas funcionalidades. Por conta disso, o Samsung E700 só suportava três horas em conversação.

O modelo contava com tela principal colorida de 128 x 160 pixels, além de uma segunda tela na parte frontal da tampa, com resolução de 64 x 96 pixels. Foi uma das principais escolhas para quem não queria um smartphone mais avançado, mas queria instalar aplicativos Java (600KB livres para isso) e armazenar até 1000 contatos em sua memória interna.

 

BlackBerry 6230

BlackBerry 6230

A BlackBerry entrou na lista dos celulares mais vendidos de 2003 com o BlackBerry 6230, modelo da série Quark dos canadenses, e é considerado o modelo mais popular da história da empresa. Seu sistema operacional era pensado para ser o passo prévio para o sistema operacional desse fabricante, que demorou demais para chegar ao mercado.

Sobre o BlackBerry 6230, podemos dizer que ele suporta qualquer tipo de armazenamento externo via posta USB, contando com um teclado QWERTY completo de 34 teclas. Contava também com sistema de e-mails e mobilidade da empresa, que aos poucos foi adotado por outros fabricantes. Sua tela monocromática de 2.6 polegadas permitia ler e navegar pela internet com comodidade.

 

Motorola V600

Motorola V600

Se estamos na época dos celulares clamshell, não podemos deixar de fora a Motorola com este modelo, o Motorola V600, um passo prévio a um dos modelos mais populares da história da empresa: o Razr V3, lançado em 2004. Tinha ao seu favor um dispositivo compacto, que poderia ser guardado no bolso com comodidade, e com a tela protegida, algo clássico nos smartphones com tampa.

O Motorola V600 contava com tela colorida, câmera integrada com pouca qualidade mas de acordo com a época, além de toques polifônicos, compatibilidade com aplicativos Java e navegador WAP. Não contava com serviço de e-mail, uma desvantagem que não impediu o modelo de conseguir uma boa massa de seguidores.